Sindjus convoca ato no TJDFT-Sede, hoje (30/7), às 15h em defesa do direito de greve

Nesta quarta-feira (29/7), o CNJ determinou a regularização imediata dos serviços essenciais da Justiça do Distrito Federal e um novo pedido de explicações aos Presidentes do TJDFT, TRT e TRF.

O Sindjus informa que a greve está cumprindo todos os requisitos legais e não há motivos para qualquer retaliação do CNJ.

O escritório jurídico do Sindjus já está tomando providências com relação ao despacho da Corregedoria do CNJ, mas os servidores têm que se manifestar em defesa do direito de greve.

Por isso, convocamos todos os servidores para um ato no TJDFT, nesta quinta-feira (30/7), às 15h, com concentração em frente ao Bloco A.

É importante que todos participem para mostrar ao Presidente e aos desembargadores do TJDFT, e simbolicamente a todos os juízes que compõem o tribunal, que nossa greve é legítima.

Os servidores precisam exigir valorização. Vale lembrar que o próprio CNJ impõe metas pesadas aos servidores sem se preocupar com a realidade de adoecimento e endividamento dos servidores do Judiciário. Lembremos também que o presidente do Conselho Nacional de Justiça é o ministro Lewandowski, que até o momento não recebeu o Sindjus DF apesar de vários pedidos de audiência.

Todos ao Ato!

🔥22 Total de Visualizações