Nota da Diretoria do Sindjus/DF sobre a agressão gratuita da PM no Ato do dia 12/8

A Diretoria Colegiada do Sindicato dos Trabalhadores do Poder Judiciário e Ministério

Público da União esclarece à população brasiliense que suas manifestações são pacíficas

e legítimas, realizadas dentro dos limites assegurados pela Constituição, no Estado

Democrático de Direito.

Contudo, na tarde de ontem, quando um grupo de servidores protestava em frente ao

Supremo Tribunal Federal, a Polícia Militar do Distrito Federal, de forma truculenta,

agrediu desnecessariamente vários manifestantes, conforme vídeos e imagens

disponibilizadas à imprensa, causando ferimentos graves, fraturas e diversas escoriações.

O Sindicato informa que a Polícia Militar estava utilizando munição letal, tendo sido

efetuado dois disparos de arma de fogo no local. Esclarecemos que a entidade irá adotar

todas as medidas administrativas e judiciais cabíveis contra os referidos policiais, para

obter a punição em virtude desses lamentáveis excessos.

Quanto ao vídeo divulgado pela PM, o Sindicato informa que não porta, não utiliza e

não autoriza a utilização por seus membros, diretores ou filiados de qualquer explosivo,

sendo certo que as imagens encaminhadas à rede de televisão SBT não comprovam que

as bombas realmente foram retiradas do interior do veículo da entidade, que foi

invadido sem autorização judicial, tratando-se de tentativa aviltante de criminalizar a

manifestação e o movimento legítimo dos servidores do Poder Judiciário da União.

A Diretoria repudia veementemente a mencionada insinuação, sendo que restará

provada a inocência dos envolvidos.

🔥8 Total de Visualizações