Comando de Greve estuda cenário político do Congresso e indica continuidade da greve

Reunido na tarde desta quinta-feira (20/8), o Comando de Greve de Brasília indicou à Assembleia-Geral desta sexta-feira (21/8) a continuidade da greve por tempo indeterminado e o fortalecimento das ações pela derrubada do Veto 26, com uma série de atividades na próxima semana focando o Congresso Nacional.

Abrindo as atividades, o integrante da Assessoria Parlamentar do Sindjus e da Fenajufe Thiago Rego Queiroz fez uma análise de conjuntura detalhada do Congresso Nacional sobre a votação do Veto 26. Ponderou que segundo o regimento, o Congresso deve apreciar os vetos na terceira terça-feira do mês e que não havendo sessão, como ocorreu nesta semana, o natural é que seja chamada uma sessão ordinária para a semana seguinte, porém não há a obrigatoriedade de uma data.

Thiago explicou ainda os procedimentos da votação de votos, a questão do quórum, a tramitação do PL 2648 e da LDO, a importância da mobilização e analisou o cenário político das duas casas (Câmara e Senado). Apontou caminhos aos servidores e respondeu questionamentos, elucidando vários pontos dessa batalha.


Continuidade da Greve, Apagão e Calendário

Após a participação de Thiago, os integrantes do Comando de Greve realizaram, fazendo análises da greve nos locais de trabalho e das atividades que estão sendo realizadas pelos comandos do Congresso, do Aeroporto e do de Convencimento. Seguindo o que foi aprovado pelo Comando Nacional na noite de ontem (19/8), foi indicado o prosseguimento da greve, apagão de 24 a 26 de agosto e o seguinte calendário para a Assembleia-Geral:


Segunda-Feira (24/8)

Arrastões chamando para o Ato de terça-feira

Trabalho no Aeroporto

Trabalho no Congresso Nacional

Reunião do Comando do Congresso, às 19h, no auditório da Justiça Federal


Terça-Feira (25/8)

Trabalho no Congresso Nacional

Ato Nacional, às 15h, no gramado do Congresso (Alameda dos Estados)


Quarta-Feira (26/8)

Trabalho no Congresso Nacional

Ato se houver necessidade (avaliado pela Diretoria)


Quinta-Feira (27/8)

Trabalho no Congresso Nacional

Ato se houver necessidade (avaliado pela Diretoria)


Sexta-Feira (28/8)

Reunião do Comando de Greve de Brasília


Atenção:
Uma nova Assembleia-Geral pode ser chamada a qualquer momento (avaliado pela Diretoria)


Demais encaminhamentos:

Continuidade da greve;

Apagão de 24 a 26 de agosto;

Oficiar o relator do PL 2648 e o presidente da CTASP informando que a categoria rejeitou a proposta do STF;

Orientar os servidores sobre a atuação respeitosa com os parlamentares dentro do Congresso;

Fazer campanha de doação financeira para o fundo de greve do Sindjus;

Continuar utilizando as vuvuzelas nos atos;

Solicitar à Fenajufe que faça nota acerca da postura do presidente do STF com relação aos servidores do Poder Judiciário Federal;

Trabalhar pelo sobrestamento da tramitação do PL 2648 na CTASP;

Divulgar os contatos dos coordenadores dos grupos do Comando do Congresso;

Buscar apoio de associações e movimentos da sociedade civil para a derrubada do veto;

Solicitar a presença do presidente da OAB no Congresso;

Criar a frente de apoio à derrubada do veto;

Intensificar a pressão ao senador Renan Calheiros para a derrubada do veto;

Colocar áudio da sessão do Congresso no ato;

🔥11 Total de Visualizações