Comando de Greve constrói estratégias para a próxima semana

Reunidos nesta sexta-feira (28/8), no auditório da Fenajufe, os integrantes do Comando de Greve discutiu a conjuntura do movimento paredista no Distrito Federal, debateu sobre o cenário político envolvendo o Veto 26 e o substitutivo ao PLC 41 e analisou o calendário proposto pelo Comando Nacional de Greve, construindo uma série de atividades voltadas para a próxima semana. O entendimento do Comando de Greve é de que a abordagem dos parlamentares deve continuar a todo vapor e que os servidores devem comparecer em massa no Ato Nacional, botando o máximo de pressão possível sobre deputados e senadores.


Calendário aprovado:


Segunda-feira (31/8)

Arrastões chamando para o Ato Nacional;

Trabalho interno no Congresso Nacional;

Recepção de parlamentares no Aeroporto JK.


Terça-feira (1º/9)

Apagão do Judiciário e MPU;

8h: recepcionar os parlamentares no Aeroporto JK;

9h: Trabalho interno no Congresso Nacional;

Possibilidade de ato a qualquer momento tendo em vista possibilidade de manobra para cancelar a sessão do Congresso;


Quarta-feira (2/9)

Apagão do Judiciário e MPU;

Ato Nacional com concentração às 10h, no gramado do Congresso Nacional (Alameda dos Estados);

Abraço no Congresso Nacional caso o Veto 26 seja derrubado;


Sexta-feira (4/9)

Assembleia-Geral.


Outros pontos aprovados:

Chamar empresas que forneçam almoço para o ato com custo para o servidor;

Colocar áudio da sessão no carro de som;

Orientar os servidores para levarem guarda-chuvas;

Fazer 3 faixas grandes dizendo: Não ao Veto 26;

Disponibilizar carro de som para Comissão de Convencimento na segunda-feira (31/8);

Assessoria parlamentar preparar questão de ordem de preferência da apreciação do destaque. Solicitar à Fenajufe que faça o mesmo;

Entregar cópias do processo do veto para todos os senadores e líderes da Câmara.

🔥21 Total de Visualizações