Durante Ato, servidores pressionam contra manobra do governo para acelerar PL 2648

Na tarde desta quarta-feira (9/9), em Ato Nacional, os servidores do Judiciário e do MPU se aglomeram em frente ao Senado Federal pela derrubada do Veto 26 e rejeição ao substitutivo ao PLC 41. Os servidores ocuparam parte da pista e demonstraram determinação, deixando claro que não vão desistir da luta.

Enquanto o Ato era realizado, servidores e dirigentes que estavam desde cedo percorrendo o interior do Congresso Nacional em busca de apoio ao nosso pleito obtiveram informações sobre mais um golpe orquestrado contra nossa categoria: a apresentação, no dia de hoje, do requerimento (REQ 2974/15) de urgência ao PL 2648/15 pelo líder do governo na Câmara dos Deputados, José Guimarães (PT/CE).

Além da mobilização externa, os servidores e dirigentes que estavam dentro da Câmara procuraram líderes e parlamentares influentes para impedir essa manobra governista. Ao final das contas, o resultado foi positivo uma vez que tal requerimento teve a retirada de assinatura do deputado Jorginho Mello (PR/SC). Porém, tal acontecimento acendeu, de uma vez por todas, o sinal de alerta de que o governo vai jogar com todas as suas armas para manter o veto ao PLC 28 e nos fazer engolir a proposta rebaixada. Mais do que nunca, precisamos nos unir e intensificar a mobilização.

O senador Randolfe Rodrigues (PSOL/AP), conforme informou na nossa Assembleia-Geral de ontem (8/9), encaminhou à Mesa Diretora requerimento para antecipar a sessão conjunta do Congresso Nacional para o dia 15 de setembro, com objetivo do Veto 26 ser votado antes do dia 22. Nos próximos dias os trabalhos no Congresso e no Aeroporto continuarão com a intenção de sensibilizar os parlamentares à derrubada do Veto 26 e à antecipação da sessão, bem como à rejeição ao PL 2648. Todos à luta!





🔥14 Total de Visualizações