Moção de Apoio do Sindjus aos servidores do Distrito Federal em greve

Aos servidores do Distrito Federal em greve,

O Sindicato dos Trabalhadores do Poder Judiciário e do MPU no Distrito Federal (Sindjus) vem a público manifestar seu apoio incondicional à greve dos servidores do DF, por entender que é legítimo direito da classe trabalhadora à luta pela melhoria de seus salários e suas condições de trabalho.

Em Assembleia-Geral realizada no dia 9 de outubro, os servidores do Poder Judiciário e do MPU que já ultrapassaram a marca dos 120 dias em greve aprovaram esta Moção de Apoio, solidarizando-se aos colegas que deflagraram o movimento paredista.

O Sindjus repudia a atitude antidemocrática do governador Rodrigo Rollemberg que já afirmou que vai cortar o ponto de servidores que tiverem a greve considerada ilegal. O governo Rollemberg apelou para a judicialização dos movimentos que as categorias do funcionalismo público estão realizando numa medida desesperada que visa a inibir os servidores. A Justiça do Distrito Federal, por sua vez, já decretou a ilegalidade da greve de servidores da Saúde, de Agentes Penitenciários e de Agentes Socioeducativos.

É preciso ressaltar que a greve é um direito constitucional dos servidores públicos que deve ser respeitado. “Ilegal” e “abusiva” não é a greve dos servidores, mas o calote do governo que tem descumprido leis aprovadas.

Precisamos de investimentos adequados para as categorias que compõem o serviço público, com valorização do profissional e da carreira a partir de salários dignos e qualidade de vida. Somente com a mobilização e a unidade da classe trabalhadora é que poderemos alcançar uma sociedade mais justa.

🔥13 Total de Visualizações