Diretoria do Sindjus convoca apagões e ato para o dia 17/11 pela derrubada do veto 26

Renan Calheiros convocou sessão conjunta do Congresso Nacional para analisar os vetos da presidente Dilma para o dia 17/11 (terça), às 19h.

Vários parlamentares já expressaram apoiar a derrubada do veto 26, porém todos sabem que discursos podem não se concretizar, os interesses dos partidos podem falar mais alto e a pressão do governo, que joga com emendas parlamentares e distribuição de cargos, é forte. Não há nada definido e precisamos pressionar.

Por isso, o Sindjus convoca os servidores para participarem de apagões nos dias 16 e 17/11 e Ato Nacional no dia 17/11 (terça), com concentração às 17h, no gramado do Congresso (Alameda dos Estados). A mobilização dos servidores é extremamente importante, assim como foi no dia 30/6 quando o PLC 28 foi aprovado por unanimidade no plenário do Senado.

É hora de unir nossos esforços em prol da derrubada do Veto 26, conciliando mais uma vez a articulação interna com a mobilização externa, fundamental para o sucesso da luta.

Segunda e terça, vamos fazer um grande Apagão do Judiciário dando ainda mais visibilidade a nossa luta. É importante chamarmos a atenção para a nossa causa e utilizarmos o apagão como instrumento de pressão, mas principalmente, precisamos fazer um grande ato para demonstrar toda a nossa insatisfação com tantos ataques do governo, desrespeito da cúpula do Judiciário e enrolação do Legislativo na apreciação dos vetos.

Para construir um grande ato precisamos de um esforço coletivo nos diversos locais de trabalho. O Sindjus está organizando arrastões com o Comando de Greve.

Venha você também construir uma grande mobilização. Participe!

Vamos juntos lutar por recomposição salarial, por respeito, por justiça!!#derrubaOveto26

Orientações:

– O Sindjus oferecerá transporte;

– Como a sessão acontece durante a noite, leve agasalho;

– Organize-se para ficar até mais tarde;

– Leve lanternas e celulares para efeitos de luzes;

– Prime pela construção de um Ato pacífico, evitando qualquer tipo de conflito com a Polícia Militar ou com a Polícia Legislativa;

– Evite atitudes isoladas; Siga sempre as orientações da Direção do Sindjus/Fenajufe e do Comando de Greve;

– Não leve objeto algum que comprometa a segurança do Ato e/ou a integridade física dos servidores;

– Se houver desrespeito ou abuso por parte do Policial Militar, procure algum integrante da Direção do Sindjus/Fenajufe, para que as providências sejam tomadas;
– A Direção do Sindjus/Fenajufe organizará a entrada do número permitido de servidores no Congresso Nacional;

– Embora o ato comece no final da tarde, estamos no horário de verão; Não se esqueça de beber bastante água e usar protetor solar.

🔥35 Total de Visualizações