Dia 1º de Maio é o Dia do Trabalho, ou melhor, o Dia do Trabalhador.

Dia de reflexão e luta por melhores condições de trabalho, por maior qualidade de vida, por salários dignos, contra toda e qualquer forma de assédio e discriminação, por reconhecimento e justiça aos trabalhadores.

Dia de continuarmos a luta pela ampliação dos direitos sociais e trabalhistas, não permitindo retrocessos. Enfim, dia de erguer ainda mais alto as bandeiras da classe trabalhadora.

A igualdade de gênero e de raça no mercado de trabalho é uma das principais reivindicações. Segundo o IBGE, o salário das mulheres, em média, é 30% inferior aos dos homens. O negro ganha 59% do salário de um branco.

Em relação ao serviço público, é necessário lutarmos pelas revisões salariais, por planos de carreira e condições de trabalho decentes, por uma previdência pela realização de concursos públicos, nomeação de concursados, por uma jornada justa, pela saúde e segurança dos servidores.

Os trabalhadores do Poder Judiciário e do Ministério Público, por exemplo, que desempenham uma missão tão importante, estratégica e fundamental para o funcionamento da Justiça brasileira, tiveram seu último Plano de Cargos e Salários aprovado há dez anos.

Que o Executivo deixe de ser arbitrário, o Judiciário omisso e o Congresso Nacional refém do toma-lá-da-cá. Valorizar os servidores é uma questão de justiça, pois, entre outras contribuições para a Nação e para a sociedade, fortalecem o Estado.

Em memória aos mártires de Chicago e de tantos trabalhadores que morreram em busca de melhores condições de trabalho, vamos defender nossos direitos, exigindo respeito e atenção às nossas lutas.

O Sindjus parabeniza todos os trabalhadores brasileiros, em especial, os do Judiciário e do MPU.

🔥28 Total de Visualizações