Sindjus/DF: 26 anos de luta

Neste 25 de maio, o Sindjus completa 26 anos. Essa trajetória só foi possível graças a você, filiado(a), que, além de ser o motivo da existência deste sindicato, movimenta uma entidade movida por lutas.

O sindicato é verdadeiro quando reflete a própria categoria, como se fosse um espelho de reivindicações, de esperanças, de sonhos, de projetos, de sentimentos. O que a categoria projeta, o sindicato incorpora e trabalha para realizar. E como se dá essa realização? Por ações estratégicas, qualificadas e, sobretudo, pelo poder do coletivo.

Ao longo desses 26 anos, muitas conquistas foram asseguradas, direitos se tornaram realidade, bandeiras se legitimaram e a organização dos servidores do Judiciário e do MPU foi se consolidando, ao passo que a categoria foi cada vez mais se tornando mais consciente, crítica e atuante.

Como resultado desse processo de aprendizado, de superação, realizamos em 2015 a maior greve da nossa história, com 164 dias de duração. Um feito impressionante, que repercutiu não só nos setores de trabalho, nas ruas, nas mídias, mas dentro do Congresso Nacional. Parlamentares registraram a organização e determinação do nosso movimento.

Depois de aprovarmos o PLC 28 no Plenário do Senado, faltou muito pouco para conseguimos derrubar o veto imposto pela presidente Dilma. E foi só por 6 votos que a categoria não conseguiu derrubar o veto 26, apensar de vários deputados terem mentido para a categoria e terem votado contra a derrubada do veto por causa de cargos e liberação de emendas, como costumam fazer frequentemente. Além disso, cúpulas do Judiciário e do MPU ficaram ao lado do governo e encaminharam projetos rebaixados. Mesmo assim, a categoria continuou firme na luta. Financeiramente, não ganhamos. Continuamos acumulando anos e mais anos sem aprovar um Plano de Cargos e Salários somando uma década de perdas inflacionárias. Porém, moralmente, saímos vitoriosos. Lutamos muito. Nós, servidores do Judiciário e do MPU, resgatamos nossa unidade, nossa dignidade, mostramos nossa indignação. Saímos honrados e fortalecidos desse processo que teve inúmeros episódios marcantes.

Atos com quase vinte mil servidores em frente ao Congresso Nacional, marchas gigantescas, vuvuzelaços ensurdecedores que perturbaram até mesmo o presidente do Congresso Nacional, Renan Calheiros, ações solidárias, piquetes combativos, adesões em tribunais que estavam distantes das lutas, arrastões, trabalho intenso no aeroporto, corpo a corpo na Câmara e no Senado, galerias lotadas durante votações, envolvimento de muitos servidores no movimento grevista.

Fizemos história. Aliás, é isso que o Sindjus/DF está fazendo há 26 anos. O Sindicato é o instrumento de luta dos servidores do PJU e do MPU no DF e quanto maior a consciência sobre a importância dessa entidade que é de todos nós, mais longe poderemos chegar.

A direção do Sindjus parabeniza todas as suas filiadas e todos os seus filiados pelas mobilizações, atos, e lutas realizadas nesses 26 anos de história, na certeza de que temos muitos desafios a enfrentar. Mais do que festa, comemorações, homenagens, fica a certeza de que somente conseguiremos transformar nossa realidade, marcada por descasos e arrochos, por meio de ações coletivas e com a participação efetiva dos servidores.

🔥14 Total de Visualizações