Fórum dos servidores aprova mobilizações contra projetos que ameaçam direitos

Dirigentes das entidades nacionais de servidores públicos federais, que compõem o Fórum Nacional de Entidades dos SPFs (Fonasefe), se reuniram na última terça-feira (23) para debater uma série de ações contra as propostas do governo que ameaçam direitos da classe trabalhadora. A coordenadora de comunicação do Sindjus-DF Elcimara Souza participou da reunião, representando a Fenajufe.

Entre as atividades que serão realizadas, a caravana nacional com acampamento em Brasília inaugura o calendário de mobilizações, entre os dias 12 e 14 de setembro. A expectativa das entidades é reunir milhares de servidores, de vários estados do país e de todas as categorias do funcionalismo público federal. A pauta central dessa atividade são ajuste fiscal do governo (PLP 257/2016 e PEC 241/2016), reforma da previdência, privatizações e defesa dos salários, direitos e emprego.

Para o dia 13 de setembro, o calendário de lutas prevê a realização de uma grande marcha, na Esplanada dos Ministérios indo até o Congresso Nacional. O objetivo com essa manifestação é denunciar para a sociedade os ataques em andamento no Executivo e no Parlamento, que transferem para os trabalhadores os efeitos nocivos das crises econômica e política.

A agenda de mobilizações em Brasília se encerra no dia 14, com reunião ampliada do Fórum. Nela, os servidores irão debater o indicativo de greve geral para a segunda quinzena de setembro.

O Sindjus entende que o momento exige unidade de todos os setores do funcionalismo público, incluindo também os das esferas estadual e municipal. Com a aprovação, na Câmara, do PLP 257/2016 e com o avanço da tramitação da PEC 241/2016 – ambos atingindo diretamente o funcionalismo e os serviços públicos prestados à população – o governo interino de Michel Temer tem demonstrado que seu alvo principal é a classe trabalhadora. Nesse contexto de fortes ataques, o sindicato ressalta a necessidade de participar do calendário de lutas unificado e convoca toda a categoria para se juntar aos demais setores do funcionalismo.

Nesta terça-feira (30) haverá nova reunião do Fórum, em Brasília, para encaminhar a pauta que foi aprovada e definir a organização da semana nacional de mobilização.

🔥13 Total de Visualizações