Assembleia aprova contas do Sindjus-DF e forma comissão para apurar irregularidades

A Assembleia-Geral ordinária de prestação de contas realizada no último dia 14/10, que contou com a participação de servidores de vários órgãos do Judiciário Federal e do MPU no DF, aprovou, por maioria, as contas do Sindjus-DF referentes ao período de 2014/2015 e, com ressalvas, as contas do período de 2015/2016. A assembleia também aprovou o afastamento temporário de suas funções dos coordenadores Junior Alves e Itamar Camilo, envolvidos em condutas que serão submetidas à avaliação de uma Comissão de Ética criada especialmente para este fim.

A Comissão foi eleita pela Assembleia-Geral e é formada pelos filiados Jorge Eduardo dos Santos Mota, Edmilton Gomes e Armando Esbaltar, para apurar fatos relacionados ao pagamento, sem anuência prévia da diretoria colegiada, de verba rescisória de contrato com escritório jurídico, no valor de R$ 162 mil reais, e utilização de veículo de propriedade do Sindjus-DF em atividade estranha às finalidades do sindicato.

A Comissão terá prazo de 30 dias, prorrogáveis por mais 30, para apurar os fatos considerados graves pela maioria da assembleia e que devem ser prontamente esclarecidos perante à categoria.

🔥14 Total de Visualizações