Em Brasília, entidades sindicais realizam protesto contra desmonte do serviço público

Dando cumprimento ao calendário unificado de mobilizações contra as propostas de retirada de direitos dos trabalhadores, anunciadas pelo governo de Michel Temer, centrais sindicais e entidades de várias categorias, em especial do ramo da Educação, realizaram, na manhã desta sexta-feira (11/11), ato público na Esplanada dos Ministérios. A atividade fez parte do Dia Nacional de Lutas e Paralisações, que ocorreu em vários estados do país. No DF, algumas categorias, como rodoviários, vigilantes e professores, promoveram paralisação ao longo do dia.

A mobilização de hoje teve como objetivo fortalecer a luta contra a PEC 55/2016 (antiga PEC 241) e as reformas da Previdência e do Ensino Médio, denunciando os retrocessos do governo de Michel Temer, que aprofunda, de forma acelerada, o ajuste fiscal iniciado no governo de Dilma Rousseff. A concentração teve início às 9h, no Museu Nacional da República. De lá, os manifestantes saíram em caminhada pela Esplanada dos Ministérios, onde promoveram um ato em frente ao Ministério da Educação.

O Sindjus-DF foi representado pelos coordenadores Costa Neto, Elcimara Souza – ambos coordenadores da Fenajufe -, Eugênia Lacerda, Josivam Silva e Roberto Jovane. O sindicato avalia que protestos como esses visam intensificar as mobilizações contra as ameaças que estão sendo impostas à classe trabalhadora em favor dos interesses do mercado. Da mesma forma que outras entidades sindicais do funcionalismo público, o Sindjus entende, ainda, que o momento exige uma resposta urgente aos ataques que estão sendo preparados e que logo serão colocados em prática pelo governo, caso não haja uma unificação das lutas em torno dessas pautas.

🔥26 Total de Visualizações