Com o objetivo de derrotar PEC 287, Sindjus vai aos gabinetes dos parlamentares do DF

Dirigentes do Sindjus-DF retomaram nesta semana as conversas com parlamentares da bancada do Distrito Federal a respeito da Proposta de Emenda à Constituição nº 287/2016, que trata da reforma da Previdência em tramitação na Câmara dos Deputados. O trabalho começou na semana passada, quando o sindicato se reuniu com os deputados Rôney Nemer (PP) e Izalci Lucas (PSDB) e com o assessor do senador Cristovam Buarque (PPS).

Na terça-feira (28) pela manhã foi a vez do sindicato se reunir com o assessor do senador Hélio José (PMDB), José Carlos, que informou que o senador estava em reunião de líderes na Presidência do Senado. Após ouvir as preocupações dos coordenadores Costa Neto – que também é diretor da Fenajufe – e Chico Vaz quanto aos efeitos prejudiciais da reforma da Previdência, o assessor afirmou que Hélio José é contra a PEC 287, embora seja do mesmo partido do presidente Michel Temer.

José Carlos ressaltou que o senador é servidor público e, por isso, tem compromisso com a classe trabalhadora. Segundo ele, Hélio José assinou a CPI da Previdência, em discussão no Senado Federal.

No mesmo dia, Costa Neto e Chico Vaz, juntamente com a coordenadora da Fenajufe Adriana Faria, se reuniram com o deputado Ronaldo Fonseca (PROS), que também garantiu que irá votar contra a PEC 287, assim como os demais deputados de seu partido.

Na reunião, os representantes das entidades sindicais convidaram Fonseca a fazer parte da Frente Parlamentar em Defesa da Previdência, pedido que foi aceito de imediato. O deputado também se colocou à disposição para ajudar na campanha contra a reforma da Previdência.

Nos próximos dias, o Sindjus vai continuar se reunindo com deputados e senadores do DF para apresentar a preocupação da categoria com a proposta de reforma que altera as regras da aposentadoria, que prejudicará servidores públicos e trabalhadores do setor privado.

🔥16 Total de Visualizações