Nesta sexta-feira (28) é greve geral! Confira as orientações

Contra as reformas previdenciária e trabalhista, trabalhadores de todo o país vão paralisar suas atividades nesta sexta-feira (28), participando da greve geral, convocada por centrais sindicais, confederações, federações e sindicatos de base. Se somando às demais categoria do funcionalismo público federal, os servidores do Judiciário Federal e do MPU também vão aderir à greve, conforme decisão da assembleia geral realizada na segunda-feira (24).

O Sindjus-DF reforça o chamado para que toda a categoria participe do movimento e destaca que todas as providência foram tomadas, para que a greve aconteça dentro da normalidade. O sindicato enviou o comunicado dentro do prazo legal, informando a todos os tribunais e órgãos do MPU a deliberação da categoria. Por isso, a greve é legal e legítima, não podendo a categoria aceitar a pressão ou a retaliação das chefias.

O sindicato ressalta, ainda, que todos os servidores que aderirem ao movimento devem assinar o ponto paralelo da greve, junto à equipe do Sindjus que estará nos piquetes e nas mobilizações. Isso resguardará a categoria e o sindicato para qualquer negociação que venha a ser feita sobre o ponto referente ao dia paralisado.

Confira aqui a cartilha de greve, com mais orientações.

As atividades da paralisação terão início às 9h, na Alameda das Bandeiras (gramado do Congresso Nacional) e se estenderão até o final do dia. Nesses atos, o Sindjus-DF se somará a todas as entidades que integram a frente “A Previdência é nossa”, o Fonasefe e as centrais sindicais para marcar o dia de luta contra a PEC 287.

A partir das 12h, serão realizados piquetes em todos os locais de trabalho, de onde sairão ônibus às 13h30 para a mobilização em frente ao Congresso Nacional.

O Sindjus-DF entende que, neste momento, é urgente e necessário intensificar a luta contra as ameaças impostas pelo governo, em conluio com a sua base aliada no Legislativo. Participar da paralisação desta sexta-feira é unificar a luta com os demais setores do funcionalismo público federal e também com os trabalhadores do setor privado.

🔥10 Total de Visualizações