Conselho de Delegados Sindicais define funcionamento e ações para barrar reformas

Na última sexta-feira (05), os delegados sindicais do Sindjus-DF, eleitos de forma direta em abril deste ano, se reuniram pela primeira vez e trataram de várias pautas importantes, como a participação na luta contra as reformas impostas pelo governo federal, a forma de funcionamento do Conselho de Delegados Sindicais e o preenchimento, pelos suplentes, de vagas na diretoria do sindicato, conforme disposição estatutária.Após a apresentação dos delegados, teve início o debate sobre a organização do Conselho. Entre os encaminhamentos, foi aprovada a criação de comissão, formada por três delegados sindicais (André Pelegrini, Laércio Bernardes dos Reis e Georges Nogueira), para redigir a proposta de Regulamento Interno do Conselho. Os delegados definiram ainda que as reuniões ordinárias serão sempre às sextas-feiras, às 17h, com frequência a ser estabelecida no Regulamento.

Também foi aprovado, para ser submetido à apreciação e deliberação da Diretoria do Sindjus-DF, o ressarcimento de gastos com transporte no valor de R$ 80,00 por cada reunião do Conselho, a fim de viabilizar o deslocamento e participação dos delegados sindicais.Para facilitar a comunicação entre o Conselho de Delegados Sindicais e o Sindjus-DF, serão criados um grupo de e-mails oficial dos delegados e um Fórum de Debates na página do sindicato, destinado às discussões dos delegados sindicais, cuja viabilidade será analisada pela equipe de informática do Sindjus-DF.A reunião também debateu o preenchimento de cargos vagos na Diretoria Colegiada do Sindjus-DF, conforme previsto no art. 42 do Estatuto. Com isso, os coordenadores Ednete Bezerra e Paulo Setúbal foram escolhidos para assumir as duas vagas existentes na Coordenação de Comunicação e Cultura, Esporte e Lazer. O coordenador Wilton Silveira será consultado para informar, dentre os cargos vagos, qual coordenação pretende assumir, cuja escolha deverá ser homologada na próxima reunião do Conselho de Delegados.

Lutar contra as ameaças aos direitos
Atentos à agenda de mobilização que vem sendo promovida pelo Sindjus-DF contra as reformas previdenciária e trabalhista, os delegados sindicais presentes à reunião também aprovaram se somar às atividades, fortalecendo a luta da categoria.Entre as tarefas aprovadas como prioritárias, se destacam a participação dos trabalhos no Aeroporto de Brasília e no Congresso Nacional, junto aos parlamentares, solicitando que votem contra a PEC 287/2016. Para isso, foram criadas três comissões organizadoras, formadas por diretores do Sindjus-DF e também por membros do Conselho de Delegados Sindicais. São elas: Comissão de Atividade no Aeroporto (Roberto Jovane e Ivã Teixeira), Comissão de Trabalho no Congresso Nacional (Ednete Bezerra, Alexandre Carvalho, André Boratto, Fábio Assis e Paulo Costa) e Comissão de Mobilização (Gilmar Paz, Cleber, Epitácio Junior (Pita), Georges Nogueira, Marcelo James, Milca e Paulo Santos).

🔥21 Total de Visualizações