Sindjus-DF realiza com sucesso Congresso Extraordinário

Nos dias 15, 16 e 17, no San Marco Hotel, o Sindjus-DF promoveu Congresso Extraordinário para discutir e deliberar sobre propostas de alterações estatutárias que ficaram pendentes do 7º Congresso. Foram 28 horas de amplo e intenso debate, de trabalho árduo e dedicação. Foram mais de 170 propostas submetidas à análise minuciosa dos 74 delegados que participaram do evento.

As propostas versavam sobre um universo de temas, tais como Assembleias Gerais, Diretoria Colegiada, Conselho Fiscal, Conselho de Delegados, penalidades de suspensão e eliminação do quadro social, perda de mandatos, patrimônio, processo eleitoral. A discussão aconteceu em nível elevado, de forma construtiva. Embora não faltarem embates calorosos, o debate ocorreu com ampla democracia e o devido respeito às divergências.

Ao fim de tantos debates travados, os únicos e reais vencedores foram os filiados, que ganharam a proposta de um Estatuto mais moderno e atualizado em relação à realidade da categoria. Por exemplo, a Coordenação de Comunicação, Cultura, Esporte e Lazer foi desmembrada, ficando assim: Coordenação de Imprensa e Comunicação e Coordenação de Integração Sociocultural. Dessa maneira, a partir das próximas eleições, o sindicato contará com três coordenadores exclusivos para cuidar da área de Comunicação e dois para tratar dos assuntos ligados a assuntos que envolvem Cultura, Esporte e Lazer. Também foi definido que as eleições devem ser preferencialmente com urnas eletrônicas ou, na impossibilidade, de lona, ambas de propriedade da Justiça Eleitoral.

Outro importante ponto aprovado foi a vedação de doações de recursos do sindicato para entidades ou pessoas físicas não vinculadas à categoria do PJU e MPU, bem como o fim de doações para campanhas eleitorais de entidades associativas e sindicais. Essa decisão consolida a postura da atual gestão do Sindjus-DF, que é pela transparência e moralização das finanças do sindicato, respeitando o dinheiro dos filiados. Com essa alteração estatutária, os recursos do sindicato devem ser destinados exclusivamente à categoria.

Como se pode observar, essas foram algumas mudanças que dizem respeito aos novos tempos, fortalecendo o Sindicato e sua atuação.

O conjunto de propostas aprovadas no Congresso será submetido à Assembleia Geral, a ser convocada pela Diretoria, uma vez que a Assembleia Geral é a instância máxima do sindicato. O primeiro passo para atualização do Estatuto foi dado. E um passo importante, construído a partir de pluralidade de ideias e debates democráticos. O que se observou nesses três dias de trabalhos foi a preocupação dos delegados com o filiado do Sindjus-DF, de modo a garantir a modernização do Estatuto, contemplando seus direitos, bem como condições da atuação sindical ser exercida de forma ainda mais ampla, eficaz e transparente.

A Diretoria Colegiada agradece todos os delegados que participaram do Congresso Extraordinário e contribuíram para o aprimoramento não só do nosso Estatuto, mas desse relevante instrumento de lutas que é o nosso sindicato. Sem dúvida, tais alterações estatutárias terão reflexo no dia a dia da categoria, em suas lutas e integração com o Sindjus-DF.

🔥9 Total de Visualizações