Temer escala Rogério Rosso para negociar PEC 287 com servidores

O Sindjus-DF noticiou recentemente que numa tentativa desesperada de “comprar” votos para aprovar a PEC 287 (Reforma da Previdência), o governo negocia algumas concessões com alguns grupos específicos. Nessa linha, o deputado Rogério Rosso (PSD-DF) a pedido do presidente Michel Temer, articula com representantes do funcionalismo público uma proposta para a transição de aposentadoria para quem entrou no serviço público antes de 2003.

A proposta que será levada ao plenário da Câmara exige que esses servidores cumpram as idades mínimas de 65 anos para homens e 62 anos para mulheres, para manter a integralidade direito de se aposentar com o último salário e a paridade de reajustes iguais aos funcionários da ativa. Rosso ficou responsável por abrandar essa regra.

O Sindjus-DF, que combate ativamente a reforma da Previdência e repudia a propaganda do governo para vender essa proposta, continua atento a tudo o que envolve esse tema e vai seguir acompanhando todas as movimentações com intuito de defender os direitos dos servidores. Na avaliação do sindicato, é necessário ter cuidado, pois o mesmo governo que propagandeou que é preciso colocar um fim nos “privilégios dos servidores” busca agora o apoio dos mesmos para ter o placar necessário da votação. Insistimos na luta para que a PEC seja rejeitada. Com espírito aguerrido, dizemos não a esse retrocesso!

🔥6 Total de Visualizações