Quintos: Sindjus e Associações dão continuidade a intenso trabalho no STF

Dando continuidade às articulações em defesa da segurança jurídica e da coisa julgada, o coordenador-geral do Sindjus-DF Costa Neto, que também é coordenador da Fenajufe, o presidente da ASSTJ, Wite Vilella, e a representante da Anajustra Janedir Morata, visitaram, na tarde desta terça-feira (30/1) os gabinetes dos ministros Marco Aurélio, Celso de Melo e Ricardo Lewandowski.

Em razão da possibilidade de votação dos embargos declaratórios no RE 638.115 (quintos) na sessão desta quinta-feira (1º/2), os dirigentes sindicais buscaram junto aos assessores informações sobre a presença dos ministros na sessão, bem como sobre a real possibilidade de julgamento do RE 638.115, e aproveitaram, juntamente com a entrega de memoriais, para reforçar os argumentos e fundamentos jurídicos de defesa para a manutenção dos quintos.

Essa movimentação faz parte do intenso e contínuo trabalho que o Sindjus-DF realiza conjuntamente com as associações de tribunais e ramos do MPU em defesa dos quintos. Na tarde desta quarta-feira (31/7), véspera da primeira sessão de 2018 do Supremo, o grupo continuará esse trabalho, visitando os demais gabinetes e conversando com os respectivos assessores. O intuito é um só: pressionar para que o Plenário do STF garanta o direito dos servidores à manutenção dos quintos.

O Sindjus-DF convoca os servidores do Judiciário e do MPU para acompanhar a sessão plenária do STF, nesta quinta-feira (1º/2), a partir das 14h. A presença da categoria é fundamental para dar o respaldo necessário ao trabalho que vem sendo desenvolvido pelos dirigentes do sindicato e das associações.



🔥11 Total de Visualizações