Governo suspende PEC 287 e Sindjus-DF segue na luta para enterrar a reforma

Vitória dos trabalhadores e da sociedade – Vitória de quem trabalha e luta!

A Reforma da Previdência está oficialmente suspensa a partir da tarde de ontem (20/2). O presidente do Senado, Eunício Oliveira (MDB-CE), determinou a suspensão da tramitação de qualquer Proposta de Emenda à Constituição (PEC) – inclusive nas comissões temáticas –, enquanto estiver em vigor o decreto que prevê a intervenção na área de segurança no Rio de Janeiro. O documento prevê a intervenção até 31 de dezembro deste ano.

O governo utilizou a desculpa da intervenção no Rio de Janeiro para suspender a Reforma, mas é sabido por todos que o verdadeiro motivo é a falta dos votos necessários para aprovar a PEC 287. Mesmo comprando parlamentares, perdoando dívidas de banqueiros, empreiteiras e do agronegócio e jogando a população contra os servidores públicos, o Palácio do Planalto não conseguiu reunir votos suficientes para emplacar essa famigerada reforma. Isso é fruto do trabalho realizado por entidades sindicais, dentre elas o Sindjus-DF, que desde 2017 realiza ampla e intensa campanha contra essa proposta. Além de veicular campanha em diversas mídias, o sindicato realizou articulações com deputados e senadores e foi às ruas em atos, paralisações e mobilizações no aeroporto, na quadra dos parlamentares e no Congresso Nacional.

A vitória é dos trabalhadores, tanto os da iniciativa privada quanto os do setor público, que estão livres, temporariamente, desta ameaça. No entanto, essa luta não pode parar. Não dá para confiar em um governo que espalha inverdades e não cumpre o que promete. A reforma não foi arquivada, apenas foi suspensa. Por isso, o Sindjus-DF continua sua atuação para enterrar de vez a Reforma da Previdência. Prova disso é que uma equipe do sindicato, coordenada pelos diretores Costa Neto, Gilmar Saraiva e Roberto Jovane, está, desde as 8h desta terça-feira (20/2), na SQN 302, local de residências de deputados e senadores, para protestar contra a Reforma da Previdência.

A manifestação é uma resposta às ações do governo Temer, que pressionou parlamentares para conseguir votar a PEC 287 ainda em fevereiro. Com a sua tradicional banda e colegas portando faixas, cartazes e camisetas alusivas à campanha contrária ao desmonte da Previdência e à retirada de direitos, o Sindjus-DF chama a atenção de parlamentares e da população. Muitos moradores respondem com acenos e buzinas apoiando a iniciativa e a luta em questão. Além do material publicitário, palavras de ordem como “se votar, não volta” e “abaixo a reforma” estão sendo entoadas pelo grupo.

Outra equipe do sindicato trabalha desde as 7h da manhã de hoje no Aeroporto JK, recebendo os parlamentares com faixas e cartazes contrários à Reforma da Previdência. Ainda pela manhã, o coordenador-geral do Sindjus-DF Costa Neto participa da audiência pública que está sendo realizada na CDH do Senado, no auditório Petronio Portela, em defesa da Previdência Pública.

Na tarde de hoje, o Sindjus-DF participa de ato da Frente Nacional Contra a Reforma da Previdência, que será realizado nas imediações da Câmara. Importante lembrar que ontem (19/2), o Sindjus-DF também realizou mobilizações no aeroporto e no Congresso, com destaque para o ato realizado na entrada do anexo II da Câmara dos Deputados.
Todos os esforços estão concentrados para enterrar a PEC 287. Além desse objetivo, precisamos manter essa mobilização vitoriosa para combater outros ataques do governo, como a MP 805, que eleva a contribuição previdenciária dos servidores públicos de 11% para 14% e o PLS 116, que acaba com a estabilidade no serviço público. Juntos, conseguimos derrotar a Reforma da Previdência. Agora, vamos utilizar dessa mesma força, que é resultado da nossa capacidade de união e mobilização, para realizar outros enfrentamentos necessários.

Parabéns a todos aqueles que lutaram, os que dedicaram seu tempo e seus esforços, que foram às ruas e compartilharam nossa campanha nas redes sociais, enfim, que contribuíram de alguma forma à construção dessa vitória. Juntos, somos mais fortes!
















🔥23 Total de Visualizações