PGR atende requerimento do Sindjus-DF e associações e reajusta benefícios dos servidores

Na manhã desta sexta-feira (2/3), o Sindjus-DF, juntamente com a ASMPF e a AGEMPU, se reuniu com o chefe de gabinete da Secretaria Geral da PGR, Frederico Augusto Ribeiro, sendo informado oficialmente de que a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, atendeu o requerimento administrativo do sindicato em conjunto com as associações, protocolado no dia 9 de março, reivindicando a atualização do valor dos auxílios alimentação e creche.

No pedido, as entidades afirmam que o valor do auxílio-alimentação e do auxílio-creche percebido pelos servidores está defasado, com perdas reais em face da variação inflacionária (Veja AQUI o requerimento). Com isso, o valor do auxílio alimentação passa dos atuais R$ 884,00 para R$ 910,08. Tal requerimento reforçou os pedidos que já haviam sido feitos à PGR no ano passado, uma vez que até então apenas o Supremo Tribunal Federal havia concedido o reajuste dos benefícios para os seus servidores.

Segundo o chefe de gabinete, as portarias referentes ao auxílio-alimentação e ao auxílio-creche serão publicadas em breve. Informou ainda que o CNMP também atenderá requerimento do Sindjus-DF, adotando a mesma orientação de forma a reajustar os benefícios dos servidores daquele conselho conforme os valores do STF, sendo que o processo já se encontra cadastrado no sistema único para elaboração das portarias que serão assinadas e publicadas nos próximos dias.

Para o coordenador-geral do Sindjus-DF Costa Neto essa atitude do MPF é resultado do trabalho conjunto entre o sindicato e as associações do MPU (ASMPF, ASEMPT, AGEMPU). “A união de nossas forças em torno dos interesses dos servidores têm dado resultado em diversas frentes. Agora, os colegas de todos os ramos do Ministério Público terão seus auxílios reajustados, de modo a amenizar a defasagem do poder de compra. Em tempos de arrocho e de inúmeros ataques contra os servidores, trata-se de uma vitória para a categoria”, expôs Costa Neto.

Na reunião, tratou-se ainda da criação de programa específico para capacitação e reciclagem dos servidores, com oferta de cursos de graduação, regulamentação da GAS para os agentes de segurança do MPU e da comissão que foi criada para debater a carreira dos servidores do MPU, com destaque para a implantação do NS para técnicos, demanda essa que foi aprovada em todas as instâncias da categoria.

Em relação à atualização dos valores dos benefícios, o Sindjus-DF enviou requerimentos para todos os órgãos do PJU e ramos do MPU, bem como solicitou audiências com as respectivas administrações, no sentido de que esses reajustes sejam concedidos o mais rápido possível.
Clique aqui para ver a portaria.

🔥18 Total de Visualizações