Sindjus-DF e associações discutem pauta dos servidores da JT com presidente e DG do TST

No dia 2 de março, na sede do Tribunal Superior do Trabalho, o Sindjus-DF, representado pelo coordenador-geral Costa Neto, juntamente com os representantes da Anajustra (Janedir Morata), Astrisutra (Adelor Alves) e ASDR (Cledo Oliveira), reuniram-se com o novo presidente do TST, ministro Brito Pereira, para tratar de assuntos do interesse dos servidores da Justiça do Trabalho, tais como reajuste dos benefícios (auxílios alimentação e creche), apoio em relação ao NS para técnicos e defesa dos quintos e dos 13,23%.


Os dirigentes solicitaram a atualização dos valores dos auxílios creche e alimentação – que estão defasados em razão de perdas inflacionárias, informando que um requerimento conjunto assinado pelo sindicato e pelas associações foi protocolado no dia 9 de fevereiro no órgão. A fortalecer a necessidade e viabilidade da concessão do reajuste, destacaram que o STF e a PGR já promoveram a atualização desses valores. O ministro Brito Pereira, que considera o tema importantíssimo para os servidores, ficou de verificar e dar especial atenção ao andamento do pleito junto à Administração.

No tocante aos quintos e 13,23%, os dirigentes explicaram sobre o trabalho contínuo que tem sido realizado no STF (em defesa da manutenção dos quintos por meio de uma campanha evocando o respeito à coisa julgada e à segurança jurídica) e no STJ (pelo reconhecimento definitivo dos 13,23%). O ministro Brito Pereira esclareceu que está a par das demandas e se colocou à disposição para fazer gestões e levar os pleitos do servidores ao STF.

Em seguida, os dirigentes fizeram um histórico da luta pela alteração do nível de escolaridade exigido para ingresso no cargo de técnico judiciário (NS) – de nível médio para nível superior, expondo que se trata de um tema aprovado em todas as instâncias da categoria e que essa demanda tem recebido apoio de juízes, desembargadores e ministros dos tribunais de todo o país. Dessa forma, o grupo pediu o apoio do ministro Brito Pereira para que o NS para técnicos se transforme em realidade o mais rápido possível. Tal tema foi discutido na comissão interdisciplinar criada no ano passado pelo STF, na qual o TST possui representação.

Após a audiência com o Presidente, o Sindjus-DF e as associações supracitadas se reuniram com o diretor-geral do TST, Gustavo Caribé, para tratar da pauta dos servidores e fortalecer o canal de diálogo entre as entidades e a Administração. Na oportunidade, o DG informou aos dirigentes sobre a decisão do ministro Ives Gandra que deu efeito suspensivo aos recursos administrativos sobre os descontos dos 13,23%.

Confira aqui matéria completa sobre essa decisão que é mais uma vitória para a categoria e demonstração de que o trabalho conjunto realizado pelo Sindjus e associações dá resultado.

🔥32 Total de Visualizações