Nova Diretoria Colegiada realiza primeira reunião e aprova encaminhamentos

A Diretoria Colegiada do Sindjus-DF – triênio 2018/2021, empossada no último dia 25, realizou na manhã desta quarta-feira (30) sua primeira reunião ordinária, da qual participaram os coordenadores titulares e suplentes.

De início, foram dados os informes de praxe, acerca das últimas ações do sindicato, em defesa dos interesses da categoria, com destaque para as reuniões realizadas no TST, TSE e TJDFT, com seus respectivos desdobramentos. Após os informes, passou-se às deliberações do dia.

Tratou-se das liberações dos diretores, tendo sido aprovados os nomes dos coordenadores gerais Costa Neto, Chico Vaz e Abdias Trajano Neto e do coordenador Jurídico Cledo Vieira.

Em seguida, aprovou-se a alteração das reuniões ordinárias da diretoria colegiada, passando as mesmas de quarta para todas as sextas-feiras, às 9h da manhã.

Também foi decidida a suspensão das assembleias setoriais para tratar da campanha salarial, marcadas inicialmente para a próxima semana, em razão de a direção ainda estar aguardando a liberação de coordenadores, por parte dos seus respectivos tribunais, sem os quais as assembleias poderiam ficar prejudicadas. Nesse sentido os coordenadores avaliaram a importância de se fazer assembleias mais qualitativas, no intuito de estimular a maior participação e mobilização dos servidores nos seus locais de trabalho.

Tratou-se ainda sobre o Funpresp – Fundo de Pensão do PJU e do MPU, criado após a Emenda Constitucional nº 40, tendo sido aprovada a realização de um debate aprofundado, com o objetivo de esclarecer todas as dúvidas acerca desse tema.

Aprovou-se também a elaboração de uma cartilha para melhor informar a categoria sobre o assunto.

Após a reunião da Diretoria Colegiada, os coordenadores Costa Neto e Cledo Vieira foram participar de audiência com a presidente do TRT da 10ª Região, Desembargadora Maria Regina Machado Guimarães; e com o diretor-geral, Rafael Alves Bellinello. Enquanto os coordenadores Chico Vaz e Gisele Sérgio seguiram para o STF, onde acompanharam a sessão plenária, que poderia apreciar os embargos de declaração dos quintos, que, mais uma vez, não foram apreciados.

🔥37 Total de Visualizações