Sindjus-DF realiza no dia 20/06 debate sobre migração do regime de Previdência

O Sindjus-DF realiza debate sobre a migração do regime de Previdência (migração do Regime Próprio de Previdência do Servidor–RPPS para o RPPS limitado ao teto do Regime Geral da Previdência Social-RGPS) no dia 20 de junho (quarta-feira), às 20h, no salão de festa da Assejus, que gentilmente cedeu o espaço para realização do evento.

Os debatedores serão o presidente do Funpresp-JUD (Fundação de Previdência Complementar do Servidor Público Federal – Judiciário), Amarildo Vieira de Oliveira, e o presidente da Anfip (Associação Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil), Floriano Martins Sá Neto.

A intenção do debate é ajudar o servidor a decidir sobre a migração do regime de Previdência. Também com esse objetivo, será distribuída cartilha sobre o tema.

PROGRAMAÇÃO DO DEBATE

20h – Coffee Break

20h30 – Abertura

20h45 – Floriano Sá Neto – Presidente da ANFIP

21h30 – Amarildo Vieira de Oliveira – Diretor-Presidente da Funpresp-Jud

22h15 – Perguntas

23h – Encerramento

MINI-CURRÍCULOS DOS DEBATEDORES

Amarildo Vieira de Oliveira é Diretor-Presidente da Funpresp-Jud desde 16 de fevereiro de 2018. Amarildo é servidor da carreira do Supremo Tribunal Federal (STF) desde 1992. Participou da Gestão da Funpresp-Jud como Presidente do Conselho Deliberativo desde 2014 e foi o primeiro Diretor de Administração da Entidade. É graduado em Direito e Administração, especialista em Administração Judiciária e especializando em Economia e Gestão: Previdência Complementar pela Fundação Getúlio Vargas. Foi Diretor-Geral do STF em 2012 e de 2014 a 2016. Foi cedido ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ), para exercer o cargo de Diretor-Geral, de 2016 a 2017.

Floriano Sá Neto é Auditor Fiscal da Receita Federal do Brasil e Presidente da Associação Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil (ANFIP). Autor de inúmeros artigos e apresentações sobre a Seguridade Social, em particular a Previdência Social. Tem um amplo histórico de lutas em defesa da Previdência Pública. Para ele, a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 287/2016 pretende acabar com a previdência pública em favor da previdência privada: “a privatização é um dos pilares dessa reforma”. Segundo Floriano, “A previdência é o maior programa de distribuição de renda do Brasil. É financiada pelos trabalhadores e pelas contribuições sociais e como tal pode ser aperfeiçoada, jamais destruída, como proposto na PEC 287

🔥14 Total de Visualizações