Sindjus-DF e ASSTJ debatem iniciativas voltadas a mães e pais de filhos com deficiência

Os coordenadores do Sindjus-DF Abdias Trajano Neto, Cledo Vieira e Ednete Bezerra se reuniram, na última quinta-feira (28), com o representante da ASSTJ (Associação dos Servidores do STJ), Haroldo Rodrigues Couto, para debater iniciativas com o Núcleo de Inclusão de Pessoas com Deficiência. O objetivo da reunião foi discutir ações conjuntas das duas entidades que visam atender servidoras e servidores que sejam mães e pais de filhos com deficiência.

Os representantes do sindicato, da associação e os integrantes do Núcleo levantaram alguns dos principais pontos que preocupam esses servidores. E decidiram que a primeira ação será fazer gestões junto aos tribunais, conselhos de justiça e órgãos do MPU para que a jornada de mães e pais de filhos com deficiência seja reduzida de forma uniforme. Segundo os dirigentes, hoje a jornada não é uniformizada, sendo que cada órgão aplica a redução a sua maneira, ou às vezes nem aplica.

As próximas iniciativas sobre o tema serão definidas de forma conjunta pelo Núcleo de Inclusão.

O Sindjus-DF considera bastante importante a iniciativa da associação, representada pelo seu diretor Haroldo Rodrigues, em agendar essa reunião, uma vez que foi dado um passo importante para pensar ações sobre o tema, e destaca a necessidade de que seja um trabalho em conjunto com as demais associações do Judiciário e MPU.

🔥25 Total de Visualizações