Ampla participação dos servidores na audiência pública sobre Pró-Saúde

Na última sexta-feira (10/08), no auditório do tribunal do júri do TJDFT Sede, foi realizada audiência pública sobre o Pró-Saúde, promovida pelo Sindjus-DF, Assejus e Amagis. Os servidores compareceram em grande número, participando de maneira efetiva do evento que teve por objetivo dar mais transparência à situação atual do plano de saúde.

A direção do Sindjus-DF discorreu sobre a necessidade de se promover ampla discussão acerca dos estudos encomendados pela Assejus/Amagis à empresa Mercer Marsh & McLennan, que apresentou relatório contendo a realidade do Pró-Saúde. Enfatizou-se a luta do Sindjus-DF por paridade no Conselho Deliberativo do Pró-Saúde, informando que o Sindicato já solicitou ao presidente do Conselho, desembargador Roberval Belinati, assento para o Sindjus-DF, de modo a tornar mais equitativa a participação dos servidores nas decisões envolvendo o plano.Os representantes da Assejus e da Amagis discorreram sobre o relatório encomendado pelas duas associações.A secretária de Assistência e Benefícios, Sandra Carrijo, falou em nome da Administração do Pró-Saúde, enfatizando que se não houver mudanças o plano corre sério riscos.

Já os representantes da empresa Mercer fizeram uma explanação geral sobre o relatório encomendado pela Assejus e Amagis, expondo e detalhando vários cenários construídos a partir de dados obtidos no Pró-Saúde.Nessa mesma linha, o presidente do Conselho Deliberativo do Pró-Saúde, desembargador Belinati, frisou que o plano é dos servidores e dos magistrados e que precisa haver mudanças no Pró-Saúde para que ele não acabe.Os servidores presentes, de forma bastante participativa, acompanharam as explanações e fizeram diversas perguntas e pedidos de esclarecimento aos representantes do Pró-Saúde e expositores da empresa Mercer.Na avaliação das entidades a audiência pública cumpriu seu papel, dando mais transparência à realidade do Pró-Saúde.O Sindjus-DF e a Assejus realizarão uma ampla rodada de reuniões setoriais, a partir desta segunda-feira (13/08), no intuito de aprofundar a discussão sobre a situação do Pró-Saúde em todos os locais de trabalho do TJDFT. O entendimento é de que não poderá haver discussão desse relevante tema junto ao Conselho Deliberativo do Pró-Saúde ou Pleno Administrativo do TJDFT antes da matéria ser amplamente debatida.O Sindjus-DF, Assejus e Amagis disponibilizarão em breve o vídeo da palestra para que todos os servidores possam ter acesso ao conteúdo debatido.Veja AQUI a apresentação utilizada quando da realização da audiência pública.

🔥29 Total de Visualizações