Presidente do STF sinaliza que julgamento dos quintos será no dia 30 de maio

No início da noite desta quarta-feira (22/05), representantes do Sindjus-DF e das demais entidades que compõem a Comissão dos Servidores do Poder Judiciário e do MPU se reuniram com o presidente do STF, ministro Dias Toffoli, para tratar do processo relativo aos quintos e de outros temas de interesse da categoria.

Durante a reunião, o presidente do STF sinalizou que o julgamento dos Embargos de Declaração no RE 638.115 deve mesmo ocorrer no dia 30 de maio de 2019 durante a 19ª sessão extraordinária, conforme o Sindjus-DF havia divulgado em boletim do dia 25 de abril (veja aqui).

A Comissão dos Servidores defendeu a coisa julgada e a segurança jurídica, apresentando argumentos favoráveis à manutenção dos quintos. O ministro ouviu a explanação atentamente.

Entre os temas tratados, o coordenador-geral do Sindjus-DF e da Fenajufe, Costa Neto, solicitou ao presidente especial atenção com relação à instalação da Comissão Permanente Interdisciplinar de Carreira, Nível Superior para Técnicos e Polícia Institucional. O ministro Dias Toffoli esclareceu que a análise dessas questões está em andamento e posteriormente tratará sobre os assuntos.

Participaram os coordenadores do Sindjus-DF Abdias Trajano, Cledo Vieira, Costa Neto, Ednete Bezerra e Suely Masala.

Todos ao STF no dia 30/05

Diante dessa sinalização, o Sindjus-DF reforça a convocatória para que todos os servidores do PJU e MPU compareçam à sessão do STF do dia 30 de maio (quinta-feira), a partir das 14h. É importante a presença da categoria neste momento histórico, reforçando o intenso trabalho conjunto realizado pelo Sindjus-DF e associações pela manutenção dos quintos. Vamos lotar o plenário!

Todos os esforços foram realizados pela manutenção dos quintos, com ampla campanha em defesa da segurança jurídica e da coisa julgada, boletins, faixas, camisetas, porta crachás, acompanhamento de todas as sessões no plenário do STF, bem como visitas a todos os gabinetes para entrega de memoriais e conversa direta com os chefes de gabinete e assessorias. Também foram realizadas várias audiências com os ministros para apresentar os argumentos jurídicos e sensibilizá-los sobre a importância do tema para a nossa categoria.

Confiantes na vitória, contamos com a sua presença! Juntos somos mais fortes!

🔥1.5 K Total de Visualizações