Sindjus-DF participa de reunião da Frente Parlamentar em defesa da Previdência Pública


O coordenador-geral do Sindjus-DF e da Fenajufe, Costa Neto, participou, nesta terça-feira (25/06), no plenário 12 da Câmara dos Deputados, de reunião da Frente Parlamentar Mista em Defesa Da Previdência Social. O Sindjus-DF, uma das mais de cem entidades que integram essa iniciativa, tem participado ativamente das atividades da frente.

Na oportunidade, a professora Denise Gentil apresentou resultados do estudo sobre o modelo atuarial do regime geral e falou sobre os impactos da exclusão social da PEC 6/2019, contribuindo assim com mais elementos para embasar a luta contra a Reforma da Previdência.

Segundo Denise Gentil, “a projeção atuarial apresentada pelo governo na PLDO de 2020, utilizada como base para justificar a necessidade de reforma da previdência apresenta muitos problemas. Os mais impactantes são a ausência de memória de cálculo, ou seja, do conjunto completo de planilhas que implementam o modelo. Constata-se ainda a disponibilidade apenas parcial dos parâmetros usados nas simulações do governo presentes na PLDO/2020. E, finalmente, o mais importante, é a constatação de que o modelo de projeção, como disponibilizado pelo governo, não pode ser replicado por auditores independentes”.

Denise também discorreu sobre o impacto social da Reforma. Segundo sua avalição, no substitutivo do relator, Deputado Samuel Moreira, “ainda se observa que as mulheres serão mais atingidas que os homens, visto que para as mulheres que se aposentam por idade na regra atual, a proporção de aposentadorias postergadas é de 74,82%”.

Além de Costa Neto, a reunião teve a presença do coordenador da Fenajufe Epitácio do Nascimento Júnior (Pita).

 

🔥86 Total de Visualizações