Assembleia-geral aprova contas do Sindjus-DF e previsão orçamentária para 2020

No início da noite desta quinta-feira (22/08), os servidores do Poder Judiciário e do MPU, reunidos em assembleia-geral no auditório externo do STJ aprovaram, na íntegra, as contas do Sindjus-DF referente ao período de junho de 2018 a maio de 2019, ratificando o parecer oficial do Conselho Fiscal. A assembleia reconheceu o trabalho sério, idôneo e comprometido exclusivamente com a categoria que vem sendo realizado pela atual Diretoria do Sindjus-DF.

A previsão orçamentária para o ano de 2020, construída em conjunto com o Conselho de Delegados Sindicais de Base, foi aprovada com uma única alteração sugerida pela Diretoria do Sindjus-DF no tocante ao retorno do patrocínio a corais.

Atendendo a solicitação do Coral Habeas Cantus, e demonstrado que ele se adequa aos requisitos do Estatuto do Sindicato para receber doações/patrocínio, a Diretoria do Sindjus-DF apresentou proposta de retorno do apoio a corais no valor de R$ 60 mil anuais (R$ 5 mil mensais), ficando decidido a abertura de sub-rubrica para o Coral Habeas Cantus no valor de R$ 3 mil com provisionamento de R$ 2 mil para ajuda a outros corais do PJU e MPU que solicitem o apoio e cumpram também os requisitos estatutários. No mês em que não houver pedidos de outros corais, a Diretoria está autorizada a remanejar o valor total para o Coral Habeas Cantus.

O resultado da assembleia reflete que a Diretoria do Sindjus-DF está no caminho correto, dando continuidade a um modelo de administração que rompeu com os vícios de administrações anteriores que perduraram por décadas, cujas ações priorizavam sempre interesses estranhos em detrimento aos da categoria que tornavam o sindicato aparelho de partidos e centrais sindicais.

A nova política de ação da entidade tem como princípio o compromisso intransigente com a defesa exclusiva dos interesses e direitos da categoria.

🔥77 Total de Visualizações