Sindjus-DF trata de vários pontos da pauta dos servidores com presidente do STM

Os coordenadores do Sindjus-DF Costa Neto, Luzimar e Gisele Sérgio se reuniram, no dia 14 de fevereiro, com o presidente do STM, ministro Marcus Vinicius Oliveira dos Santos, para tratar de diversos pontos da pauta da categoria. Presente também a Chefe de Gabinete da Presidência, Dra. Marília Ramos Chaves.

Dando continuidade a uma articulação que tem sido feita com todos os presidentes de tribunais, o Sindjus-DF pediu apoio do ministro Marcus Vinicius para a instalação da Comissão Interdisciplinar de Carreira, para dar prosseguimento à discussão sobre o plano de carreira dos servidores do Poder Judiciário.

Os dirigentes aproveitaram para solicitar o auxílio do presidente quanto ao encaminhamento efetivo do NS para Técnicos, pleito esse aprovado em todas as instâncias da nossa categoria, cujo encaminhamento já foi discutido e deliberado na fase anterior da comissão interdisciplinar instalada no STF e que ganhou o apoio de inúmeros magistrados e presidentes de tribunais de todo o Brasil.

Também foi abordada a necessidade de recomposição salarial da nossa categoria, uma vez que os servidores enfrentam uma grave realidade de perda de seu poder de compra e de endividamento. Dessa forma, foi argumentado junto ao presidente do STM que as perdas salariais da categoria ultrapassam a casa dos 43% e a importância de se achar mecanismos para a recomposição dessas perdas.

Também foi discutida a situação caótica em que se encontram os quadros dos Tribunais e a necessidade de reposição dos cargos vagos por meio de concurso público, de modo que o STM atue para ocupação dos cargos vagos no âmbito do Tribunal.

Os dirigentes informaram ao presidente sobre as ações judiciais do Sindjus-DF que estão em curso, com destaque para a execução do RRA, Auxílio Creche, Quintos, 13,23%, entre outras. Foi passado ao ministro os avanços trazidos pelo projeto piloto de execução célere que está sendo implantado na 5ª Vara Federal, destacando que a plataforma digital de execução revolucionará o sistema de pagamento de processos que abarcam um grande número de beneficiários.

Outro ponto discutido foi a preocupação do Sindjus-DF com o adoecimento de servidores em função da sobrecarga de trabalho, que estão cada vez mais apresentando problemas de saúde ligados ao estresse do dia a dia e pela falta de qualidade de vida no trabalho, como ansiedade e depressão. Solicitou-se atenção especial à saúde do servidor, de modo a adotar práticas que visem o bem-estar integral de seus quadros.

Ainda foi tratada sobre a criação da Polícia Institucional do Poder Judiciário da União, destacando o papel de cada tribunal em organizar sua própria Polícia Administrativa Interna, valorizando os agentes de segurança, que terão poder de polícia. Ainda nessa seara, foi discutida a importância de garantia do porte de arma para esses servidores, da cumulação da GAJ com a FC e GAJ na aposentadoria.

O presidente ouviu tudo atentamente e se comprometeu a apreciar uma a uma as demandas apresentadas, colocando-se ainda à disposição para contribuir nos devidos encaminhamentos da pauta junto aos setores competentes.

🔥146 Total de Visualizações