Sindjus-DF mobiliza servidores do TRF1 e Conselho de Administração não vota mudança de horário do tribunal

Os servidores do TRF1 atenderam a convocação feita pelo Sindjus-DF por meio de email e flyers e realizaram um movimento silencioso no corredor que dá acesso à sala onde ocorre a sessão do Conselho de Administração. Empunhando plaquinhas com os dizeres “mexer no nosso horário é mexer em nossas vidas” e “queremos trabalhar com tranquilidade”, os servidores e os dirigentes do Sindicato recepcionaram os desembargadores que chegavam à reunião, inclusive o presidente, Carlos Eduardo Moreira Alves, com objetivo de apresentar reivindicação quanto à manutenção do horário de funcionamento do tribunal nos moldes atuais ou, no mínimo, entre 7h e 20h.

Essa manifestação reforça o trabalho político que vem sendo feito pelo Sindjus-DF, que tem conversado com os desembargadores que integram o Conselho. Inclusive, no dia 4 de março, os coordenadores do Sindicato conversaram com o vice-presidente do tribunal, Kassio Nunes Marques, e após a sessão, com o presidente. Também foi encaminhado ofício a todos os desembargadores da Corte contendo as solicitações dos servidores.

Embora constasse na pauta, o processo SEI 0029309-93.2019.4.01.8000, que dispõe sobre alterações no ponto eletrônico e horário de funcionamento do tribunal, não foi analisado na reunião de quinta-feira (5/3), podendo ser incluído na pauta da próxima sessão, que está prevista para acontecer no dia 19 de março.

O Sindjus-DF continuará trabalhando para que esse processo seja sobrestado, de modo que a proposta de alteração do funcionamento do tribunal seja antes submetida à próxima gestão, criando assim tempo hábil para a construção de diálogo em busca de uma solução mais justa, que atenda aos interesses dos servidores.

 

 

 

 

🔥333 Total de Visualizações