Receita adia entrega das declarações do IR 2020 de pessoas físicas em 60 dias

O Sindjus-DF informa que, em decorrência da pandemia do coronavírus, o Ministério da Economia prorrogou em 60 dias o prazo para entrega das declarações de Imposto de Renda 2020 de pessoas físicas. Conforme a alteração realizada, a multa que seria aplicada para quem não entregasse em 30 de abril só será cobrada se o contribuinte estourar o novo prazo, até 23h59 de 30 de junho.

Segundo o secretário especial da Receita Federal, José Tostes Neto, responsável por este anúncio, essa decisão foi pautada no fato de por conta da quarentena muitos contribuintes estão sem acesso aos documentos necessários para fazer suas declarações.

O anúncio da Secretaria da Receita Federal aconteceu em coletiva de imprensa convocada às pressas, nesta quarta-feira (1º/4), e realizada ao mesmo tempo em que era votado na Câmara dos Deputados um projeto de lei (PL 985/20) que, entre outras medidas, previa a suspensão do prazo da declaração enquanto estivesse em vigência a Lei da Quarentena.

Consequentemente, outro prazo que muda será o de entrega das restituições. O primeiro lote estava marcado para ser entregue no dia 29 de maio, mas isso vai ser alterado.

Atenção: a determinação afeta, segundo explicou, apenas pessoas físicas. Até o momento, não foram anunciadas mudanças na declaração de pessoas jurídicas.

🔥173 Total de Visualizações