Conforme programado e devido ao sucesso de público e doações, o Projeto SALVE O SOM ganha segunda temporada

Digão dos Raimundos, Pedro Paulo e Matheus e a sueca Kajsa Beijer estão entre as atrações da nova fase do projeto que já conquistou mais de 15 mil visualizações e de 14 toneladas de doações

É com muita alegria que o Sindjus-DF informa que, nesta segunda-feira (18/5), estreia a segunda temporada do projeto SALVE O SOM, que consiste fundamentalmente em uma programação de lives com artistas locais e arrecadação de doações para os músicos do DF e pessoas em situação de vulnerabilidade que estão sofrendo com a crise provocada pela pandemia de coronavírus.

De 27 a 30 de abril, 4 lives foram transmitidas com 12 atrações musicais, somando mais de 15 mil visualizações e arrecadando mais de R$ 18 mil e 14 toneladas de alimentos, que estão sendo distribuídas conforme divulgado pelo Sindicato.

Considerando os resultados alcançados durante a primeira temporada do projeto, impactando positivamente artistas, público e a população que já começou a receber as doações, e o gostinho de quero mais deixado pelas apresentações musicais de qualidade, o Salve o Som terá uma nova edição com a apresentação de mais 12 artistas distribuídos em quatro dias de lives, reunindo diversos gêneros, tais como samba, rock, jazz, sertanejo, pop rock, electro pop.

18 de maio
Fábio Cavanha (18h), Allan Massay (19h30) e Banda Magoo (21h).
20 de maio
Carol Nogueira (18h); Daniela Firme (19h30); e Pedro Paulo e Matheus (21h).
27 de maio
Vital (18h); Digão, da Banda Raimundos (19h30); e Banda LAVI (21h).
1º de junho
Kajsa Beijer (18h); 7 na Roda (19h30); e Thiago e Gabriel (21h).

As lives serão transmitidas no YouTube e Instagram do Sindjus-DF, do Metrópoles e do Sindilegis.

Para o coordenador-geral do Sindjus-DF, Costa Neto, “o projeto é um convite à solidariedade. Os servidores públicos têm, como fundamento, ‘servir’ à população. No caso dos servidores do Poder Judiciário e do MPU, esse serviço consiste em oferecer uma prestação jurisdicional de excelência. Somos cotidianamente chamados a contribuir com a democracia, com a cidadania, com a justiça social. Por isso o SALVE O SOM casa tão perfeitamente com a nossa categoria, que tem se envolvido prestigiando as lives e fazendo suas doações. E não tenho dúvidas de que podemos, nesta segunda fase, ir ainda mais longe, possibilitando que mais e mais famílias sejam atendidas por esse grandioso Projeto que nasceu para fazer o bem e semear na sociedade boas práticas de solidariedade e amor ao próximo”.

Famílias carentes do assentamento Núcleo Rural Campão Comprido, em São Sebastião, já foram beneficiadas com cestas básicas. Em outra ação dentro do projeto, a Villa Samaritana foi presenteada com cinco máquinas de costura e uma máquina para corte de tecidos graças a uma parceria com a Liga do Bem – um grupo de voluntariado do Senado Federal. As associações Apego DF (Brazlândia), Santos Inocentes (Samambaia Norte) e a Associação Cristã Santa Clara (Cidade Estrutural) já receberam cestas básicas.

O SALVE O SOM nasceu da união de forças entre servidores públicos capitaneada pelo Sindjus-DF e Sindilegis, com apoio do Metrópoles, Fonacate, Legis Club Brasil, agência Fermento e Sicoob Legislativo, entre outras entidades.

A partir do slogan “Juntos pela música e pela vida”, o projeto tem o objetivo de criar uma rede de solidariedade para gerar renda para os artistas e profissionais da cultura e arrecadar alimentos para pessoas em situação de vulnerabilidade. O segmento de arte, cultura e entretenimento foi o primeiro a ser impactado pela crise econômica decorrente da COVID-19 e, sem dúvida, será o último a sair.

Do total arrecadado em dinheiro, 70% será rateado entre artistas, produtores e técnicos, enquanto 30% será destinado à compra de alimentos para doação a famílias carentes.

Para doações de alimentos e cestas básicas entrar em contato com:
– Para doações em dinheiro:
Banco 756 – Sicoob
Agência 4259
Conta 3.278-6
CNPJ 03.656.493/0001-00
– Para doações de alimentos e outros produtos:
Cristiane Lacerda (SINDJUS-DF)
(61) 99175-0135
Ricardo Gomes (Sindilegis)
(61) 99824-8528

🔥83 Total de Visualizações