Sindjus-DF e outras entidades lançam abaixo-assinado virtual em prol do direito de advogar aos servidores do PJU e MPU

Um número considerável de servidores da nossa categoria são bacharéis em Direito e até possuem inscrição na OAB, mas são impedidos de advogar em razão da legislação atual. Para mudar essa realidade e corrigir essa injustiça, o Sindjus-DF, em conjunto com o Sintrajufe-CE, Sindjufe-TO, Sinpojufes e Sinje-CE, promove um abaixo-assinado virtual, que conta com a sua assinatura (Acesse AQUI para assinar).

O lançamento desta petição eletrônica virtual se dá simbolicamente no Dia do Advogado (11/8/2020), pois temos a honra de participar de uma categoria onde muitos colegas são advogados e merecem conquistar o direito de advogar.

O abaixo-assinado luta pela flexibilização da atual vedação, que é total, de modo que os servidores possam advogar, exceto na esfera do Judiciário e do MPU em que exercem atividade laborativa, assim como acontece em relação a servidores, procuradores e advogados públicos dos poderes Executivo e Legislativo, auditores e servidores dos tribunais de contas e juízes eleitorais da classe de advogados.

A nossa luta, portanto, é por isonomia.

O abaixo-assinado virtual, que é justo e legítimo, é dirigido ao STF e demais tribunais superiores, bem como ao TJDFT, Conselhos Superiores, PGR e ramos do MPU, no sentido de que essas administrações se empenhem na legalização do direito de advogar aos servidores do PJU e MPU.

Independentemente se você é bacharel em Direito e possui registro na OAB, some-se a essa luta, que fortalece e engrandece a nossa categoria. Assine a petição e espalhe essa ideia para seus colegas, pois o apoio de todos é fundamental.

🔥441 Total de Visualizações