Sindjus-DF defende continuidade do teletrabalho para resguardar saúde dos servidores

O Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário e do MPU no DF (Sindjus-DF), desde o início, saiu em defesa dos servidores públicos e pediu a continuidade do isolamento social e do desenvolvimento das atividades por meio do teletrabalho. A entidade avalia que é preciso garantir condições de trabalho salubres para os servidores e que retorno às atividades coloca em risco a saúde de toda categoria.

A diretoria do Sindjus-DF ainda defende que, embora estatísticas oficiais apontem para uma tendência de baixa no número de contaminados, o que se verifica é que a curva de evolução da doença está longe de se estabilizar. O Brasil segue ocupando uma das piores colocações do mundo em rankings negativos da doença – o segundo com mais mortes e o terceiro com mais contaminados.

Para o Sindjus-DF, a pressão pelo retorno ao trabalho presencial coloca toda estratégia adotada de combate ao novo Coronavírus em risco. Por isso, a entidade tem dialogado com os órgãos do Poder Judiciário e do MPU em busca de um entendimento e compreensão da atual situação. O Sindicato também pede que os servidores colaborem com o isolamento social, para evitar o aumento do número de contágio e óbitos.

Na avaliação do Sindicato, as instituições e os servidores públicos precisam dar o exemplo, evitando riscos evidentemente desnecessários – tanto com a retomada dos trabalhos presenciais, quanto em situações cotidianas como viagens, festas e outras aglomerações que estão em descompasso com o atual estágio da pandemia.

🔥129 Total de Visualizações