8º Congresso aprova desfiliação do Sindjus-DF da Fenajufe, com destinação dos recursos da entidade de forma exclusiva para a luta em defesa dos serviços e servidores públicos

O 8º Congresso do Sindjus-DF retomou os trabalhos deste sábado (3/10) após o intervalo para o almoço com a votação de propostas de teses e resoluções, com a mesa de trabalhos coordenada pelos membros da Comissão Organizadora do Congresso Cledo Vieira, Gisele Sérgio e Osmaldo de Souza.

Foi aprovada, quase à unanimidade e por maioria esmagadora e mais de 95% dos votos dos delegados, a proposta n. 03 do Caderno de Teses e Resoluções, referente à desfiliação do Sindjus-DF da Fenajufe, pela destinação exclusiva dos recursos do Sindjus-DF para luta em defesa dos servidores e serviços públicos.

A autora Leslie Andrea Vasconcelos Leite defendeu sua proposta afirmando que não vê a Federação cumprindo seu papel na defesa da nossa categoria. Argumentou ainda que a Fenajufe é uma entidade irregularmente constituída, pois não tem registro sindical.

Também afirmou que nem a parte de cumprir o próprio estatuto, a Federação tem feito. Explicou que foi aprovado há pouco um fundo de greve irrisório de 5%, depois de muita pressão.

O coordenador Cledo Oliveira também fez uso da fala para afirmar que a Diretoria da Fenajufe rasgou o estatuto e tem boicotado o Sindjus-DF, que não é convidado para reuniões e tem suas matérias censuradas para publicação no site da Federação.

Afirmou ainda que estão ocorrendo reuniões secretas, das quais os outros sindicatos participam e o Sindjus-DF não. “Quando os coordenadores do Sindjus-DF que integram a Direção da Fenajufe colocam seus nomes para participar de uma reunião ou evento, eles não são aceitos. A Direção da Federação criou uma regra que rompeu o Estatuto, de modo que dois coordenadores fazem 75% dos plantões da Federação e impedem que o Sindjus-DF participe de qualquer reunião. O estatuto prevê que o coordenador-geral representa a Federação, mas agora são os plantonistas que decidem quem vai representar”, afirmou Cledo Vieira.

A desfiliação da Fenajufe demonstra a insatisfação da base do Sindjus-DF com os destinos traçados para a Fenajufe por forças políticas-partidárias, cujos dirigentes priorizam os interesses de seus partidos em detrimento dos da categoria. Aparelharam a Fenajufe e passaram a atacar deslealmente o Sindjus-DF, o maior Sindicato do país, e por extensão toda a categoria do DF e do país, com mentiras e inverdades. O Congresso decidiu pela desfiliação, por entender que os recursos repassados anualmente à Fenajufe, da ordem de um milhão de reais por ano, podem ser melhor aproveitados e utilizados em defesa exclusiva dos interesses da categoria, e não pra servir aos interesses dos partidos que dominam a Fenajufe e transformaram a Federação em um feudo.

🔥384 Total de Visualizações