Sindjus-DF informa: Comissão de Direitos Humanos faz live hoje sobre a Reforma Administrativa

Atenção: o Sindjus-DF convida você a acompanhar mais uma live que coloca em discussão a Reforma Administrativa, que é o assunto do momento e que tem como objetivo desmontar o serviço público. Desta vez, o encontro virtual é realizado pela Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH) com diversos convidados que, sem dúvida, têm muito a contribuir com esse debate.

A live é hoje, sexta-feira (23/10), às 16h, com transmissão ao vivo pelo Youtube. Não perca!

Além do presidente da CDH, senador Paulo Paim, o evento contará com:

Alessandra Camarano – Advogada Trabalhista e Sindical
Jorge Souto Maior – Professor de Direito do Trabalho da Faculdade de Direito da USP e Presidente da Associação Americana de Juristas – AAJ
José Guilherme Zagallo – Advogado e Secretário Geral da Rama Brasileira da Associação Americana de Juristas – AAJ
Maria Lúcia Fattorelli – Coordenadora Nacional da Auditoria Cidadã da Dívida
Luiz Alberto dos Santos – Consultor Legislativo e Colaborador do DIAP
Vladimir Nepomuceno – Consultor e Assessor da Frente Parlamentar Mista do Serviço Público e diretor da Insight Assessoria

“Sem dúvida, é mais uma oportunidade de aprofundarmos nosso conhecimento e argumentação contra essa reforma que visa o desmonte dos serviços públicos e traz graves prejuízos ao cidadão e à sociedade. Quanto mais debate houver, melhor, pois a sociedade não pode ser enganada novamente, como foi em relação à Reforma da Previdência. Precisamos conscientizar o maior número de pessoas. E para isso, é crucial contarmos com debates como esse, que trazem informações relevantes sobre o assunto. Afinal, há a propaganda oficial do governo utilizada para aprovar essa reforma, batendo na tecla de que os servidores possuem privilégios que precisam ser cortados. E é a partir de lives como essa que nos empoderamos ainda mais para fazer a tão necessária contraposição aos argumentos pró-reforma, defendendo os serviços e servidores públicos com fundamentação e verdade”, afirmou Costa Neto, coordenador-geral do Sindjus-DF.

🔥185 Total de Visualizações