Editorial: Não permita que grupos político-partidários sabotem o 8º Congresso do Sindjus-DF, que aprovou a desfiliação da Fenajufe

Depois de mais de vinte e cinco anos, conseguimos libertar o Sindjus-DF dos vínculos político-partidários que mantinham a nossa entidade a serviço do PT e da CUT, gerando prejuízos incalculáveis à nossa categoria, como o final antecipado da greve de 2010 que nos tirou um Plano de Cargos e Salários e a utilização do sindicato para a campanha de um ex-deputado federal. Depois, também conseguimos acabar com a tentativa do PSTU de aparelhar o Sindicato. Não foi fácil, mas conseguimos vencer essas batalhas com o seu apoio.

Na ânsia de voltar à Direção do Sindjus-DF, esses grupos político-partidários tentaram de todas as formas inviabilizar a realização do 8º Congresso do Sindjus-DF realizado nos dias 03 e 04 de outubro. Não tiveram o apoio da categoria nem da Justiça. Como não aceitam o que foi legitimamente aprovado durante o Congresso, esses grupos trabalharam para impedir a realização da assembleia-geral que tem o papel de homologar as alterações estatutárias feitas pelos congressistas e referendar a desfiliação da Fenajufe, entidade que tem perseguido e atacado o Sindjus-DF e desprezado as lutas da categoria.

Importante dizer que esses grupos boicotaram o Congresso, não participando das discussões e votações, dando as costas à categoria em nome de interesses pessoais e disputas políticas. Mais uma vez capitaneados pelo ex-deputado, PT/CUT e PSTU estão unidos para prejudicar a assembleia, que foi convocada pela Diretoria após o empenho dos servidores que realizaram abaixo-assinado pela sua realização.

Circulam nas redes sociais cards assinados, vídeos e áudios de membros desses grupos políticos convocando os servidores para tentar impedir as mudanças aprovadas legitimamente no Congresso do Sindjus-DF. Isso mostra o quanto essas pessoas não respeitam ninguém, mas apenas tentam tomar o Sindjus-DF para colocar a serviço de seus partidos, que é o único motivo pelo qual elas se mobilizam.

Não fizeram empenho algum para combater o Veto 26, pelo contrário, negociaram na surdina pela sua manutenção em prol de um projeto rebaixado, o que enfraqueceu a nossa luta e permitiu a vitória do governo. Esses grupos também não entraram na luta contra a Reforma da Previdência e pela manutenção dos Quintos.

Como políticos que só aparecem na véspera das eleições, aí estão eles mais uma vez, fazendo muito barulho sem mostrar trabalho algum em prol da categoria. Essa campanha para sabotar o 8º Congresso é questão de vida ou morte para eles, pois querem manter brechas no estatuto para que partidos políticos e centrais sindicais possam voltar a comandar nosso sindicato.

Mais uma vez, a decisão de continuar livre da velha política sindical está nas mãos da categoria. Você, filiado(a), tem o poder de impedir que tais grupos transformem o Sindjus-DF no que eles fizeram com a Fenajufe, que virou cabide de partidos políticos e centrais sindicais.

Participe da Assembleia desta quinta-feira (12/11), inscrevendo-se pelo email [email protected] até às 17h de hoje (quarta-feira).

Mais uma vez, a luta é entre aqueles que querem um Sindicato compromissado exclusivamente com a categoria e aqueles que desejam utilizar o Sindjus-DF para o financiamento de candidaturas políticas e fortalecimento de partidos e centrais sindicais.

Não permita que grupos político-partidários sabotem o 8º Congresso do Sindjus-DF, que aprovou a desfiliação da Fenajufe e outras melhorias para o nosso Sindicato. Participe da assembleia mostrando a esses militantes políticos que o Sindjus-DF pertence aos servidores.

Por um Sindjus-DF forte e focado exclusivamente em defesa dos interesses da categoria, defendemos a homologação de todas as Resoluções e Alterações Estatutárias aprovadas no 8° Congresso.

🔥267 Total de Visualizações