Carreata em defesa da valorização do serviço público apoiada pelo Sindjus-DF ganha destaque na mídia nacional


A carreata promovida nesta quarta-feira (17/3) pela União dos Policiais do Brasil (UPB) apoiada pelo Sindjus-DF, Sindilegis, Movimento Basta! e diversas entidades foi um sucesso, com ampla participação de público e grande repercussão na mídia nacional, expondo assim à sociedade brasileira a grande insatisfação dos servidores com a série de ataques deflagrada pelo governo contra o funcionalismo.

Houve muito protesto contra a promulgação, no dia 15 de março, da PEC 186/2019, conhecida como PEC Emergencial, que deixou os policiais, assim como todos os servidores, sujeitos ao congelamento salarial caso as despesas da União, de estados e municípios cheguem a 95% da receita corrente.

Os manifestantes demonstraram ainda sua indignação com outros ataques que levam ao desmonte do serviço público e à desvalorização dos servidores, tais como a Reforma Administrativa (PEC 32/2020) e a Reforma da Previdência, aprovada em 2019 gerando um verdadeiro confisco salarial. Sem dúvida, a carreata foi uma oportunidade de dizer um grande “Não” à forma como os servidores públicos estão sendo tratados pelo Poder Executivo e pelo Congresso Nacional.

O ato foi organizado pelos policiais e o Sindjus-DF, Sindilegis, Conacate, Fonacate e Movimento BASTA! fizeram questão de apoiar e participar, pois entende que o momento é de união entre as diversas categorias que compõem o serviço público brasileiro. “O movimento dos policiais exerce uma pressão muito grande, pois a questão da segurança pública é uma preocupação de toda a sociedade brasileira. E os policiais estão engajados na luta maior em defesa dos serviços públicos e atuando na linha de frente no combate à Covid-19 e mesmo assim são lesados pela política de Estado Mínimo adotada pelo governo. Temos que entender que a luta em defesa do serviço público não é fragmentada, cada um por si, mas todos juntos, servidores e população, pois estamos todos do mesmo lado”, afirmou Costa Neto, coordenador-geral do Sindjus-DF, que esteve presente na carreata, levantando a bandeira do nosso Sindicato que não foge à luta.

De acordo com os policiais, a carreata é o início de um movimento pela valorização da segurança pública e dos serviços públicos e contra as medidas de austeridade imposta pelo governo. Como próximo passo, os policiais prometem realizar um ato nacional na próxima segunda-feira (22/3), protestando em frente às unidades que trabalham e paralisando todos os serviços de segurança pública por um período de 10 horas, das 13h às 23h.

A carreata apoiada pelo Sindjus-DF, que tem se consolidado como referência nacional em matéria de representatividade da nossa categoria e luta em defesa dos serviços e servidores públicos, virou notícia, por exemplo, em canais de comunicação como Folha de S. Paulo, O Globo, Uol, O Dia, O Tempo, Correio Braziliense, Metrópoles, Folha de Pernambuco, Carta Capital e outros.

Confira AQUI vídeo sobre o evento.

 

🔥85 Total de Visualizações