Atuação do Sindjus-DF e Assejufe consegue reestabelecer o regime de teletrabalho no TRF1

O Sindjus-DF tem feito gestões em todos os órgãos do Poder Judiciário e ramos do MPU no sentido de que o trabalho remoto seja priorizado e que todas as medidas protetivas sejam tomadas para proteger a vida e a saúde dos servidores.

No dia 1º de março, o Sindjus-DF se reuniu com o Secretário Geral da presidência do TRF1, Cleberson José Rocha, pleiteando o retorno dos servidores ao regime de teletrabalho, expondo a gravidade da pandemia e a necessidade de resguardar a integridade física e psicológica dos servidores. Na ocasião, o SG foi bastante receptivo aos argumentos do Sindicato e informou que a questão seria tratada em uma reunião do “Gabinete de Crise” com toda atenção e sensibilidade.

Também no dia 1º de março foi protocolado ofício conjunto Sindjus-DF/Assejufe requerendo a suspensão das atividades presenciais para os servidores do TRF1.

Em atendimento a esse pleito, o tribunal publicou, no dia 15 de março, a Portaria Presi 103/2021 determinando a suspensão das atividades presenciais e o retorno ao regime de plantão extraordinário até 30 de março.
Segundo a portaria, os servidores devem ficar em teletrabalho e os colaboradores aderirem ao sistema de revezamento, como medida para prevenção de riscos de disseminação e contágio pelo coronavírus.

Mais uma medida importante de garantia de proteção à integridade, saúde e vida dos servidores, adotada em atenção à solicitação do Sindjus-DF e Assejufe, para os servidores do TRF1.

🔥57 Total de Visualizações