Operação conjunta da Polícia Judicial garante a proteção do STF e do TSE

A Polícia Judicial atuou conjuntamente, nesta terça-feira (7/9), para garantir a proteção do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Foram cerca de 150 agentes de todos os Tribunais do Distrito Federal que atuaram nessa defesa.

“Foi uma atuação de importância singular para a Polícia Judicial, pois consolida o imperativo de interoperabilidade previsto na resolução 344/2020 do CNJ, que hoje completa 1 ano de publicação”, disse Igor Tobias Mariano, coordenador jurídico do Sindjus-DF e policial judicial.

Protestos marcaram o feriado do Dia da Independência do Brasil. Foram registrados atos contra e a favor do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) na Esplanada dos Ministérios e na Torre de TV.

Com essa atuação, a Polícia Judicial também consolida a sua vocação como Polícia de todo Poder Judiciário. Ou seja, ela não é setorizada por Tribunal. “A integração entre os colegas foi muito importante. Não tivemos nenhum problema de coordenação. Foi realmente uma operação de sucesso”, finalizou Mariano

🔥332 Total de Visualizações