Sindjus-DF realiza nova mobilização na Câmara e dirigentes fazem corpo-a-corpo com deputados


O Sindjus-DF promoveu, nesta quarta-feira (15/09), mais um dia de mobilizações contra a PEC 32/2020, que começou a ser analisada ontem na comissão especial. Desde às 8h30, o Sindicato estava presente com faixas, bandeiras e instrumentos musicais na entrada do anexo II da Câmara dos Deputados, realizando uma verdadeira vigília. Além da manifestação na parte externa, nossos dirigentes sindicais acessaram as dependências do Congresso Nacional, buscando angariar votos contrários a esse desmonte dos serviços públicos.

Num trabalho de corpo-a-corpo, coordenadores do Sindjus-DF conversaram com parlamentares e suas assessorias, denunciando o grande mal que está por trás da PEC 32/2020 e buscando apoio à pauta do funcionalismo. O coordenador-geral Costa Neto, que participou das articulações, afirmou que a mobilização vem se intensificando cada vez mais e dando resultado, pois muitos deputados que estavam indecisos já se posicionaram contra a PEC 32, demonstrando a importância da pressão das ruas e redes sociais. Nos bastidores fica nítida a preocupação com os impactos dessa votação nas eleições de 2022.

“Foi um dia muito proveitoso. Conseguimos além de dar prosseguimento às mobilizações que estão tendo bastante visibilidade e repercussão, fazer esse trabalho interno de convencimento dos deputados, que, neste momento, são o nosso foco. É impressionante como muitos ainda se lembram do trabalho histórico desenvolvido pelo Sindjus-DF na época da luta pela derrubada do Veto 26, nos idos de 2015. Com esse mesmo espírito aguerrido, temos procurado dia após dia realizar a defesa intransigente da nossa categoria, bem como dos servidores e dos serviços públicos em geral. Afinal, só por meio de um serviço público valorizado e fortalecido, vamos conseguir sair dessa crise econômica que assola a população brasileira. A ideia é intensificar mais e mais essa resistência que já está dando o que falar e impactando a decisão de muitos parlamentares”, afirmou Costa Neto.

Importante dizer que a discussão do substitutivo apresentado pelo relator, deputado Arthur Maia (DEM-BA), sobre a PEC 32, na comissão especial da Câmara dos Deputados, foi iniciada ontem (14/09) e adiada para quinta-feira (16/09). Durante os trabalhos da comissão, a mobilização do Sindjus-DF fazia ecoar nas imediações do Congresso Nacional. O Sindicato vem desde segunda-feira realizando sucessivos atos no aeroporto JK e na parte externa da Câmara dos Deputados.

Segundo divulgado, o relator está negociando com os parlamentares mais mudanças no substitutivo. Entre elas, a inclusão de membros do Judiciário e do Ministério Público no texto.

O Sindjus-DF tem trabalhado de forma ininterrupta contra a Reforma Administrativa e em parceria com a Servir-Brasil e a Frente Parlamentar Mista do Serviço Público, das quais é integrante, bem como com entidades parcerias como Sindilegis e Fonacate.

Nesta quinta-feira (16/09), data da possível votação do substitutivo na comissão especial, o Sindjus-DF realizará nova vigília na Câmara dos Deputados desde as primeiras horas do dia. Todos os servidores estão convocados a participar desse momento importantíssimo em defesa do funcionalismo público brasileiro.

🔥453 Total de Visualizações