Sindjus-DF e Sindilegis se reúnem com o advogado-geral da União substituto e outros integrantes da AGU

Representantes do Sindjus-DF e do Sindilegis se reuniram, na tarde desta segunda-feira (4/10), com o advogado-geral da União substituto, Adler Anaximandro de Cruz e Alves, o assessor especial da AGU, Paulo Henrique Kuhn, e o chefe de gabinete do Advogado-Geral da União, Francisco Airton Bezerra Martins, para criar um canal de comunicação entre essas entidades e a Advocacia-Geral da União.

Pelo Sindjus-DF, participaram da reunião os coordenadores-gerais Costa Neto e Abdias Trajano, e o coordenador de Assuntos Jurídicos Cledo Vieira. Pelo Sindilegis, estiveram presentes o seu presidente, Alison Souza, e as integrantes da Assessoria Política Carolina Augusta e Bruna Correia.

O coordenador-geral Costa Neto apresentou o Sindjus-DF e falou sobre o trabalho da atual Diretoria do Sindicato, destacando a importância desse canal de diálogo que está sendo criado entre o maior Sindicato dos servidores do PJU e MPU de todo o País e a AGU, que além de seu importante papel institucional, é constantemente chamada a opinar em muitos processos relativos a servidores públicos, como aconteceu recentemente com algumas execuções em curso.

Cledo Vieira trouxe à tona um tema que tem preocupado muito os servidores, que é a PEC 23/2021, a chamada PEC dos Precatórios. O advogado-geral da União substituto, Adler Anaximandro de Cruz e Alves, fez questão de esclarecer diversos pontos colocados pelo coordenador de Assuntos Jurídicos do Sindjus-DF, afirmando que a PEC 23/21 tenta dar uma nova roupagem a forma como se paga precatórios, prevendo parcelamento em valores superiores a R$ 66 milhões. Como esse parcelamento abarcaria apenas grandes precatórios, Adler Anaximandro de Cruz e Alves afirmou que os servidores não devem ser atingidos.

O advogado-geral da União substituto se colocou à disposição do Sindjus-DF para conversas e tratativas, quando necessário, e também afirmou que ele e outros integrantes da AGU podem contribuir com entrevistas sobre algum tema específico ou para tirar dúvidas da categoria através da TV Sindjus-DF ou de outros canais de comunicação do Sindicato.

Para Costa Neto, “essa primeira reunião foi muito importante para a construção de um espaço de diálogo entre o Sindjus-DF, o Sindilegis e a AGU. Sem dúvida, esse estreitamento de laços será muito benéfico para o fortalecimento da defesa dos servidores do Poder Judiciário e do MPU. Prezamos muito pelo diálogo e temos trabalhado para levar a pauta da nossa categoria a todos os espaços democráticos possíveis”.

O coordenador-geral do Sindjus-DF ainda comentou que os Sindicatos vêm atuando juntamente com a OAB-DF na luta constante contra a PEC 32 e na defesa de todos os servidores, em especial dos colegas do PJU, MPU, Legislativo e do Executivo, entre eles os da Advocacia Pública, frisando que esse enfrentamento é fundamental para a defesa da Constituição e do Estado brasileiro.

Adler Anaximandro de Cruz e Alves parabenizou a atual Diretoria do Sindjus-DF por esta nova jornada que se iniciou no dia 25 de maio de 2021, desejou boa sorte aos coordenadores e se colocou à disposição para colaborar. Disse que por mais que muitas vezes nos processos jurídicos, em razão do papel institucional, AGU e entidades estão em lados distintos, reconhece a importância valorosa dos servidores ao funcionamento do Estado.

O Sindjus-DF pretende dar continuidade a esse trabalho de interlocução com instituições no sentido de fortalecer a atuação da entidade em prol dos serviços e servidores públicos.

 

 

 

🔥189 Total de Visualizações