Sindjus-DF participa de reunião do Fórum de Carreira que aprovou envio de PL do reenquadramento dos auxiliares

Nesta terça-feira (17/11), o Sindjus-DF, por meio de seus coordenadores Costa Neto e Cledo Vieira, participou de mais uma reunião do Fórum Permanente de Carreira do Poder Judiciário instalado pelo CNJ. O conselheiro Bandeira de Mello teve um imprevisto com sua agenda legislativa e não pode participar, de modo que a reunião foi coordenada pelo representante do CNJ, Bruno Crasnek Luz.

De forma unânime, a minuta de projeto de lei visando o reenquadramento dos auxiliares remanescentes foi aprovada e será encaminhada à Secretária Geral do CNJ para adoção das providências necessárias para seu encaminhamento ao Congresso Nacional.

Importante lembrar que o Grupo 3, que discutiu o reenquadramento dos auxiliares, foi coordenado por Costa Neto, do Sindjus-DF, que deu ampla discussão ao tema que é uma luta antiga do Sindicato, chegando à conclusão que o melhor caminho para corrigir essa injustiça é pela via legislativa através de um projeto de lei específico. Houve então uma compilação das propostas apresentadas pelo Sindicato e pela Federação, que convergiram para redação do texto final, que foi apresentado aos integrantes do Fórum e aprovado no dia de hoje.

“É muito bom ver o nosso trabalho dando resultado. Há muito tempo lutamos para fazer justiça aos colegas auxiliares que injustamente não puderam ser reenquadrados até hoje. O Sindjus-DF nunca desistiu desse pleito. E agora, superada essa etapa no Fórum de Carreira, vamos lutar muito para aprovar esse reenquadramento no Congresso Nacional. Assim que esse PL chegar à Câmara, vamos dar início à mobilização pela aprovação dessa matéria”, explicou Costa Neto, coordenador-geral do Sindjus-DF.

*Limpar a pauta*

Ficou acordado que os coordenadores dos grupos e subgrupos de trabalho vão concluir as discussões em aberto e encaminhar até dia 1º de dezembro as devidas propostas aos representantes do Fórum, que serão analisadas e apreciadas na última reunião do ano desse colegiado, que está agendada para o dia 9 de dezembro, às 10h30.

Costa Neto, que está coordenando o subgrupo da Polícia Judicial, informou que Sindjus-DF, Agepoljus e a Federação já apresentaram suas propostas, faltando apenas o secretário de Segurança do STF, Marcelo Schettini, ser ouvido, o que acontecerá no dia 23/11, às 16h. Após essa reunião, representantes das três entidades vão se reunir para compilar a minuta final.

“O objetivo é arregaçar as mangas nessa reta final e limpar a pauta, esgotando as discussões e tirando todos os encaminhamentos possíveis nessa reunião do dia 9/12, para que todas as energias, no começo de 2022, possam estar voltadas à reestruturação da nossa carreira e recomposição salarial. Entendemos que a pandemia de Covid-19 atrasou muitas discussões, mas não dá mais para esperar. No próximo ano, o foco será o nosso novo plano de carreira e a justa recomposição salarial. E vamos lutar muito por isso”, frisou Costa Neto.

 

🔥405 Total de Visualizações