No Dia do Ouvidor, Sindjus-DF entrevista a ouvidora do CNJ Tânia Reckziegel sobre lançamento da Ouvidoria da Mulher

Hoje, dia 16 de março, é comemorado o Dia do Ouvidor. Esses profissionais dentro da Administração Pública são responsáveis por intermediar a comunicação entre a sociedade e os órgãos, garantindo a transparência, o acesso à informação e o recebimento de sugestões, reclamações e denúncias.

Recentemente o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) inovou e lançou a Ouvidoria da Mulher, o órgão que será responsável por informar à mulher vítima de violência seus direitos, assim como ouvir, receber e encaminhar às autoridades competentes os procedimentos judiciais que se refiram aos atos de violência contra a mulher.

À frente do órgão está a desembargadora Tânia Regina Silva Reckziegel, do Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região, que concedeu entrevista exclusiva para a TV do Sindjus-DF e falou sobre as expectativas, objetivos e vitórias com a inauguração da Ouvidoria da Mulher. Confira!

🔥928 Total de Visualizações