21 de março: o Sindjus-DF diz NÃO a toda forma de preconceito racial

Hoje, 21 de março, é comemorado o Dia Internacional contra a Discriminação Racial. Trata-se de uma luta histórica por uma sociedade com justiça social e sem preconceito racial. O preconceito é uma mazela que ameaça o futuro da nossa sociedade e torna o presente ainda mais inacessível a milhões de brasileiros, perpetuando as desigualdades.

A data rememora ainda a batalha por conquistas sociais para a população negra. O dia 21 de março foi instituído pela ONU (Organização das Nações Unidas) em memória às 69 vítimas fatais do “Massacre de Sharpeville”, ocorrido em 1966, na África do Sul.

Em meio ao apartheid, 20 mil pessoas negras protestavam pacificamente contra a instituição da Lei do Passe, que previa a obrigatoriedade de negros portarem cartões de identificação nos quais constavam os locais aonde eles poderiam ir, quando tropas do exército local começaram a atirar contra os manifestantes – 186 pessoas ficaram feridas após o massacre.

A luta contra o preconceito não é silenciosa. Ela deve ser externada, para que mais e mais pessoas entendam a importância de combater os estereótipos de raça, que estigmatizam os indivíduos por causa da cor de pele.

“A mudança passa por dois processos: as pessoas negras precisam cada vez mais ocupar os espaços em cargos de liderança e em outras posições e, as pessoas brancas e pardas precisam se posicionar ativamente no processo de reconstrução das relações raciais, enfrentando o desconforto, o desconhecimento e reeducando olhares”, pontuou Cledo Vieira, coordenador jurídico do Sindjus-DF, que em homenagem à luta contra o apartheid, colocou o nome do seu filho de Mandela.

21 de março – Dia Internacional contra Discriminação Racial

🔥618 Total de Visualizações