Sindjus-DF pede apoio do senador Izalci Lucas para aprovação do NS no Senado Federal

No início da noite de quarta-feira (22/06), o coordenador-geral do Sindjus-DF Costa Neto se reuniu, no Senado Federal, com o senador Izalci Lucas para pedir seu apoio à aprovação do NS no PL 3662/2021, de autoria do TJDFT.
Costa Neto solicitou ao senador Izalci Lucas para que cobre a Presidência da Casa para pautar essa matéria e trabalhe junto aos seus pares pela aprovação do projeto com as emendas aprovadas pela Câmara dos Deputados, no que diz respeito à essencialidade dos cargos de analista judiciário e técnico judiciário e à exigência de nível superior para o cargo de técnico judiciário para os próximos concursos do PJU.

O senador Izalci Lucas explicou que já pediu à Mesa Diretora do Senado a relatoria do PL 3662/2021. Destacou que o projeto está parado e que conversou recentemente com o presidente do TJDFT, desembargador Cruz Macedo, que informou ao parlamentar que aguarda um posicionamento do presidente do STF, Luiz Fux, sobre a constitucionalidade da matéria. Na reunião, o senador ligou para os assessores parlamentares do TJDFT e cobrou um posicionamento do tribunal acerca da matéria, com a maior brevidade possível, a fim de dar início à sua tramitação e discussões no Senado.

Izalci foi bastante enfático ao afirmar que está à disposição do Sindjus-DF e dos servidores do Poder Judiciário e do MPU, mas que aguarda pronunciamento do TJDFT a respeito do tema tratado, deixando claro que seu parecer vai depender de como o STF vai se pronunciar sobre a constitucionalidade da proposição.

Para o coordenador-geral do Sindjus-DF Costa Neto, “o Sindicato envidará todos os esforços para que o NS seja aprovado no Senado, conforme o projeto veio da Câmara dos Deputados, que acolheu duas emendas que vão ao encontro das nossas lutas: o NS e a essencialidade dos cargos de analista e técnico. O PL 3662/2021 foi remetido pela Mesa Diretora da Câmara ao Senado no dia 30 de março, mas até o momento não foi dado início a sua tramitação. Nossa articulação no Senado é justamente para abrir caminho à apreciação desse projeto e aprovação do NS, que não pode ficar refém da falta de vontade política. As emendas são de grande relevância à atualização da nossa carreira e valorização da nossa categoria”.

🔥649 Total de Visualizações