Em assembleia do Sindjus, servidores do MPT aprovaram posição contrária a qualquer extinção e terceirização de cargos

No dia 07 de julho, o Sindjus realizou assembleia setorial na Procuradoria-Geral do Trabalho com os servidores do MPT para discutir diversos assuntos pertinentes, tais como: 13,23%, Quintos e Funpresp.

Os servidores do MPT estão bastante preocupados com a questão da extinção de cargos de analista e técnico para criação de cargos de procuradores. Também estão temerosos em razão do processo de terceirização que está ocorrendo nesse ramo do MPU, que na avaliação do Sindicato tem o dever de proteger o serviço público contra o seu sucateamento e privatização.

Diante da gravidade dos fatos, o Sindjus vai solicitar em caráter de urgência audiência com o PGT, José de Lima Ramos Pereira, para discutir essas questões que estão afligindo os servidores, que aprovaram na assembleia posição contrária a qualquer extinção e terceirização de cargos no âmbito do MPT.

E cabe uma pergunta muito intrigante: se o MPT está com esse posicionamento, para quem vamos recorrer contra a terceirização nas estatais e demais órgãos públicos?

🔥265 Total de Visualizações