Café com Política entrevista candidatos aos cargos de Deputado e Senador do Distrito Federal

O Sindjus, em parceria com o Sindilegis e a Anafe, está realizando o Projeto Café com Política, com o objetivo de conhecer as propostas de candidatos aos cargos de Deputado e Senador do Distrito Federal e debater os principais temas de interesse nacional e local, dos servidores e do serviço público. Nas duas últimas semanas, as entidades receberam em suas sedes e entrevistaram candidatos que disputam as Eleições de 2022, que tiveram a oportunidade de apresentar suas propostas sobre os temas que afetam os servidores públicos e a sociedade brasileira. Confira os vídeos na canal do YouTube do Sindjus AQUI. 

O primeiro entrevistado foi o ex-governador do Distrito Federal e candidato ao cargo de deputado federal pelo PSB, Rodrigo Rollemberg, que afirmou, durante a sua entrevista, que se for eleito pretende abrir um espaço de diálogo com as entidades que representam os servidores públicos.

“Eu me comprometo a ser um instrumento de diálogo permanente com os servidores públicos para viabilizar a abertura de uma mesa de negociação para as propostas que afetam o Serviço Público”, afirmou. “Vou procurar sempre ouvir. A capacidade de ouvir, de moderação, de articulação é fundamental no Congresso Nacional”, completou.

O candidato também falou de outros temas importantes, como PEC 32, recomposição salarial, abertura de mesa de negociação e sobre o Nível Superior para Técnicos e o porte de arma para Policiais Judiciais.

Na segunda-feira (22/8), o Café com Política recebeu, dessa vez na sede da Anafe, a candidata ao Senado Federal pelo Partido dos Trabalhadores (PT) Rosilene Corrêa que teceu duras críticas à falta de diálogo entre o governo federal e os servidores públicos.

Sobre a PEC 32, a candidata se mostrou contra a proposta. “Essa proposta coloca todos os problemas do serviço público na conta do servidor. Eu digo não à PEC 32. Eu não tenho como ser a favor de um projeto em que o servidor é desvalorizado e desrespeitado”.

“A senadora, com certeza, atuará fortemente para não deixar que aquele projeto saia de onde está. Mas, para isso, sabemos que trabalhadores e trabalhadoras precisam ter a sua organização e saber que a luta vai continuar, independente de governo”, declarou.

Na terça-feira (23/8) foi a vez do Café com Política entrevistar o candidato à reeleição pelo PSB-DF, deputado federal professor Israel Batista, que também é presidente da Frente Parlamentar Servir Brasil. O parlamentar falou sobre as diversas lutas que travou contra a PEC 32, à frente da Servir Brasil, e defendeu a expansão do diálogo das Casas Legislativas e do Governo com as entidades de classe. “As associações e sindicatos têm o papel de despressurizar as relações entre o Estado e a população. Estabelecer uma mesa de negociação é essencial para valorizar o trabalho das entidades de classe”, pontuou.

Na quinta-feira (25/8) foi a vez de o Sindjus receber em sua sede o presidente da Câmara Legislativa do Distrito Federal, deputado Rafael Prudente, que é candidato ao cargo de deputado federal pelo MDB-DF. O parlamentar afirmou em entrevista que, assim como fez à frente da Câmara Legislativa, também irá atuar no Congresso Nacional, caso eleito, em prol dos servidores públicos.

Rafael Prudente também se manifestou veementemente contra a PEC 32, sinalizando que ela fragiliza a economia nacional. “A Reforma Administrativa é uma tragédia para o país e uma tragédia para os servidores públicos, em especial aqui para o Distrito Federal. Aqui no DF nós temos uma arrecadação muito grande que gira em torno do servidor público. Qualquer alteração legislativa que se faz para prejudicar o servidor, incentivar a aposentadoria ou de desincentivo a novos concursos públicos é muito ruim para o país e para o cenário econômico da nossa capital”, pontuou Prudente.

No dia 30 de agosto o Café com Política entrevistou o candidato a deputado federal pelo Partido Liberal, Alberto Fraga, que afirmou que irá atuar para garantir direitos e prerrogativas dos servidores públicos. Fraga, que é líder nas pesquisas eleitorais, afirmou que, além da segurança pública, que é uma das suas grandes bandeiras de luta, ainda vai atuar em prol do Serviço Público.

“Minha bandeira sempre foi a segurança pública. Saúde e educação são muito importantes, mas não se tem nenhum dos dois se não houver segurança. Quero voltar a ser o deputado que eu sempre fui: preocupado com as causas do servidor público, que são justas, e continuar defendendo a segurança pública”, afirmou.

No dia 1º de setembro foi a vez da também candidata à Câmara dos Deputados pelo partido União Brasil, Eliane Pedrosa, apresentar as propostas em prol da categoria. A candidata, que já foi deputada distrital e secretária de Desenvolvimento Social, afirmou que não tem como exercer um mandato sem o apoio de servidores efetivos.

Sobre a PEC 32, a candidata se mostrou contra a proposta. “Essa proposta coloca todos os problemas do serviço público na conta do servidor. Eu digo não à PEC 32. Eu não tenho como ser a favor de um projeto em que o servidor desvalorizado e desrespeitado”.

Também no dia 1º de setembro o Café com Política recebeu Fadi Faraj, que é apóstolo e disputa uma vaga na Câmara dos Deputados pelo União Brasil. O candidato defendeu investimento no Serviço Público, com salários mais justos e dignos. Na visão do candidato o Estado está inchado, mas entende ser necessária a entrega de serviços de qualidade e excelência.

“Os servidores precisam se tornar verdadeiros agentes para a comunidade. Vocês são o canal por onde as políticas públicas são feitas e chegam até à população. Nós temos que começar a humanizar o nosso trabalho”, apontou.

Ao longo das próximas semanas o Sindjus continuará entrevistando os candidatos, de modo a contribuir para avançar nas propostas em benefício dos servidores públicos. Acompanhe!

Fortaleça seu Sindicato. Filie-se ao Sindjus!

🔥235 Total de Visualizações