Sindjus se reúne com deputado federal para solicitar apoio ao PL 2447 e estratégias de encaminhamento

O coordenador de administração e finanças do Sindjus, Anderson Ferreira, que também é policial judicial, esteve reunido na tarde desta segunda-feira (29/5) com o deputado federal Paulo Fernando Melo da Costa (Republicanos-DF). O encontro teve como objetivo solicitar apoio ao Projeto de Lei 2447 e traçar estratégias para o encaminhamento da proposta. Ainda participaram do encontro os policiais judiciais Rodrigo Bento dos Santos e  Wilfrido Tiradentes da Rocha Neto.

Durante a reunião, o coordenador Anderson Ferreira apresentou ao deputado federal os argumentos e fundamentos que embasam a importância da aprovação do PL 2447. Além disso, foram discutidas estratégias para garantir o encaminhamento adequado do projeto, a fim de que ele possa ser debatido e votado no Congresso Nacional.

“Estamos trabalhando intensamente para que o PL 2447 seja aprovado sem alterações, seguindo as diretrizes aprovadas no Supremo Tribunal Federal. A regulamentação da Polícia Judicial é uma necessidade urgente para o bom funcionamento do Poder Judiciário e para a valorização dos servidores da justiça. Agradecemos ao deputado Paulo Fernando Melo da Costa pelo diálogo construtivo e pelo apoio nessa importante causa”, afirmou Anderson Ferreira.

O PL 2447 tem como principal objetivo a regulamentação da Polícia Judicial, para transpor as conquistas trazidas pela resolução 344 do CNJ para a Lei de Carreira dos servidores do Poder Judiciário.

Nesse contexto, o Sindjus desempenha um papel ativo e está empenhado na aprovação do texto original enviado pelo STF ao Congresso, no dia 9 de setembro, sem alterações. A entidade defende que a regulamentação da Polícia Judicial é fundamental para a eficiência e a segurança do Poder Judiciário, além de contribuir para o fortalecimento da carreira dos servidores da justiça.

O Sindjus continuará atuando ativamente na defesa da regulamentação da Polícia Judicial e acompanhando de perto o andamento do PL 2447 no Congresso Nacional. A entidade ressalta a relevância desse projeto para a garantia da segurança, da autonomia e do bom desempenho das atividades judiciais.

🔥416 Total de Visualizações