15 de junho é o Dia Mundial de Conscientização da Violência contra a Pessoa Idosa

 

Neste 15 de junho, celebramos o dia da conscientização da violência contra a pessoa idosa. A data foi adotada em 2006 pela Organização das Nações Unidas (ONU) e a Rede Internacional de Prevenção à Violência à Pessoa Idosa. Isso gerou a campanha Junho Violeta.

O objetivo da data é criar uma consciência mundial, social e política, da existência da violência contra a pessoa idosa e trazer à tona reflexões sobre a importância de se combater esse mal. Além de agressões físicas, verbais e psicológicas, podemos citar a negligência e o abandono como formas de violência que impactam os idosos. Muitas pessoas idosas ainda são vítimas de golpes financeiros.

A violência contra a pessoa idosa é uma grave violação dos direitos humanos e deve ser combatida com firmeza e responsabilidade. É preciso denunciar qualquer espécie de violência aos órgãos competentes. As pessoas idosas precisam ser tratadas com respeito e merecem viver com dignidade.

As denúncias podem ser feitas no Disque 100, na Delegacia de Polícia, nos Conselhos de Defesa de Direitos da Pessoa Idosa, no Ministério Público e na Defensoria Pública.

A data também tem o propósito de chamar a atenção para a necessidade de se preservar os direitos da pessoa idosa, de modo que eles – os idosos – sejam incluídos da melhor forma na sociedade.

Segundo dados do IBGE, as pessoas idosas devem representar 25,5% da população brasileira até 2060. Hoje, o Brasil tem 33 milhões de pessoas nessa faixa etária, representando 15% do total da população. Para 2100, as projeções da ONU indicam 185 milhões de habitantes, sendo que desse total 73 milhões serão de idosos (representando 40% do total). Importante destacar que a ONU prevê que após uma curva de crescimento, a população brasileira, assim como a população mundial, começará a encolher na segunda metade deste século. Diante desse contexto, é necessário a fomentação de políticas públicas para acompanhar essa transformação da estrutura etária brasileira.

Na visão do Sindjus, é importante ter serviços públicos de qualidade para atender esse segmento da população, sobretudo nas áreas sociais, de saúde e segurança. O Poder Judiciário e o Ministério Público são essenciais no tocante ao recebimento de denúncias e para garantir o respeito aos direitos da pessoa idosa.

Vamos nos unir em uma campanha de conscientização e prevenção à violência contra a pessoa idosa, usando a cor violeta como símbolo de solidariedade e compromisso.

Orgulho de ser Sindjus. Filie-se e fortaleça o seu Sindicato!

🔥334 Total de Visualizações